Crianças do Hospital Estadual Materno-Infantil tem dia de diversão com apresentação de fantoches e visita de super-heróis e princesas

734

Com a proximidade do Natal, as crianças internadas no Hospital Estadual Materno-Infantil Dr. Jurandir Nascimento (HMI), em Goiânia (GO), já estão vivenciando o clima de comemoração. Na última sexta-feira (13), os pequenos pacientes tiveram uma mudança em suas rotinas com momentos de descontração e alegria.

Integrantes do Projeto Cadu (dedicado a educação musical para crianças), proporcionaram muita diversão com apresentação de teatro com fantoches. A garotada pode assistir a contação de histórias com vários bonecos, que fizeram um “Concurso musical”, interagindo com as crianças.

A paciente Sara Mel, de 6 anos, internada há uma semana na unidade, participou de uma das brincadeiras. “Fiquei muito feliz de participar do teatro”, falou com entusiasmo. “Foi muito bom! Me distraí e nem vi o tempo passar”, pontuou Pedro Lucas, de 10 anos.

A musicista Marielle Mesquita, do Projeto Cadu, além de dar voz a maioria dos fantoches, tocou  e cantou para os pacientes. “Fico muito feliz em participar de um projeto como este e poder levar alegria e carinho para as crianças através da musica”.

E a diversão continuou. Um grupo de amigos, com roupas de super-heróis e personagens infantis percorreu as enfermarias do hospital, distribuindo presentes, alegria, esperança e conforto aos enfermos. Homem-aranha, Super-homem, Mulher maravilha e as princesas Elza – do filme Frozen; Bela – da Bela e a Fera e Branca de Neve, personagens de filmes e livros infantis, levaram encantamento para as crianças e acompanhantes. Todos queriam tirar fotos com seus personagens favoritos.

A jornalista e atriz, Verissa Noleto – que se vestiu de Elza -, contou que a ideia de levar um pouco de alegria para as crianças internadas, surgiu após o nascimento de seu filho. “Quando meu filho nasceu, saudável, foi uma espécie de ̈chamado ̈ para realizar esse tipo de trabalho. Este é o segundo ano que participo dessa ação, e pretendo vir mais vezes para ver a alegria no rosto dessas crianças em tratamento”, concluiu.

Júlia Almeida, de 10 anos gostou da ação. “Fiquei muito feliz em ver as princesas  e ganhar presente”.

Segundo a psicóloga do HMI, Suely Faria,  é importante trazer esse tipo de ação ao ambiente hospitalar, principalmente em época festiva como o Natal. “Esse tipo de atividade lúdica é essencial no processo de recuperação do paciente. Esse trabalho realizado com a equipe multidisciplinar, fortalece o compromisso com a humanização,  e contribui para uma maior interação tanto dos pacientes com seus familiares como da equipe de profissionais”, explicou Suely. “Ficamos muito satisfeitos em receber esses grupos que trouxeram muita alegria e conforto para as crianças internadas. É uma iniciativa que será sempre bem-vinda”, destacou o diretor geral, Márcio Gramosa.