CTG doa equipamentos de saúde para combate ao Coronavírus

204

A CTG, umas das líderes em geração de energia limpa no mundo, com presença local por meio da CTG Brasil, está colaborando no combate ao Coronavírus com a doação de equipamentos de saúde para auxiliar o Governo do Estado de São Paulo. Na última quarta-feira, 27 de maio, foram entregues 105 monitores de sinais vitais, 17 respiradores e 10 desfibriladores vindos da China. Os equipamentos serão distribuídos a hospitais públicos pela Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo.

A doação foi anunciada durante a reunião virtual do Comitê Empresarial Solidário, com presença do Governador João Dória e do presidente da CTG International, chairman e presidente da CTG Brasil, Zhao Jianqiang, na terça-feira (26). Nesta segunda-feira (1), foi realizada a assinatura do termo de doação, em cerimônia online que contou com a participação de Zhao Jianqiang, além de Júlio Serson, Secretário Estadual de Relações Internacionais, Eduardo Ribeiro Adriano, Secretário Executivo da Saúde, Yang Wanming, Embaixador da China no Brasil, Chen Peijie, Cônsul-geral do Consulado Chinês em São Paulo, e Zhang Xin, Secretário Geral da Associação Brasileira das Empresas Chinesas.

“O vírus não tem fronteiras, é o inimigo comum de toda a humanidade. A CTG está cuidando da sua operação para continuar levando eletricidade para os lares e hospitais do Brasil e tomando medidas para proteger seus colaboradores e a sociedade. Estamos direcionando esforços para assumir responsabilidade social e contribuir com o salvamento de vidas, doando equipamentos médicos para assistir o estado de São Paulo no combate ao coronavírus”, afirma Zhao Jianqiang.

“O gesto da CTG nos deixa imensamente gratos. A ajuda que temos recebido dos nossos irmãos chineses tem sido importante para vencermos essa pandemia. Seja em insumos para os nossos hospitais, como os que acabaram de chegar, seja em know-how para lidar com a doença, a colaboração do povo chinês é muito cara para todos nós. Em nome do Governo de São Paulo quero agradecê-los pela parceria”, declarou Júlio Serson.

“Diante do vírus, o inimigo comum da humanidade, os povos chinês e brasileiro estão sempre juntos para combater a pandemia. Acredita-se que a doação da CTG agregará ainda mais confiança e força nesse combate local, e a China e o Brasil continuarão de mãos dadas a construir a comunidade global de saúde para todos”, afirma a cônsul-geral da China em São Paulo, Chen Peijie. De acordo com Yang Wanming, embaixador da China no Brasil, “a China é hoje o país que tem oferecido mais ajuda ao Brasil no seu combate à pandemia. Isso demonstra, mais uma vez, o espírito de solidariedade e senso de responsabilidade social das empresas chinesas no Brasil. Reflete também o fato de que os destinos dos nossos dois países são inseparáveis”.

Parcerias reforçam o combate à pandemia

A iniciativa é somada a outros esforços da CTG Brasil no combate à Covid-19. A empresa firmou parceria com o Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil (SENAI CETIQT), unidade integrante do SENAI – Departamento Nacional, para a produção de testes rápidos de diagnóstico sorológico de Covid-19, com investimento total de R$ 2 milhões, utilizando recursos de P&D Aneel. O montante aportado pela CTG Brasil faz parte dos recursos financeiros destinados ao Programa de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico do Setor de Energia Elétrica promovido pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Cerca de três milhões de testes serão produzidos mensalmente a partir de julho, para disponibilização ao Sistema Único de Saúde (SUS) e venda a laboratórios da rede particular. O projeto ainda conta com as parcerias da Bio-Manguinhos/Fiocruz, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e da empresa de biotecnologia Advagen Biotech.

Em outra ação de combate ao coronavírus, a CTG Brasil estabeleceu uma parceria com o Instituto Senai de Inovação em Biomassa (ISI Biomassa) para a produção de 18 mil litros de álcool 70° GL gel e líquido ao longo de três meses. O produto, eficaz na prevenção do contágio pelo novo Coronavírus, será utilizado na assepsia das usinas hidrelétricas administradas pela CTG Brasil e doado a entidades de regiões próximas às hidrelétricas Jupiá e Ilha Solteira. Além disso, em março, a CTG Brasil já havia enviado à China mais de 50 mil macacões de proteção química e biológica para uso por profissionais de saúde naquele país.

Energia para atravessar a crise

Classificada como serviço essencial, a geração de energia elétrica deve ser mantida normalmente durante a pandemia de Covid-19, de acordo com a Portaria nº 117 do Ministério de Minas e Energia (MME), publicada em 18 de março. A CTG Brasil segue todas as orientações do MME, assegurando a geração de forma 100% limpa para o fornecimento de energia pelas 17 usinas hidrelétricas sob sua gestão. A companhia trabalha com planos de contingência que permitem que a geração de eletricidade continue diante de diversos cenários adversos. Além disso, a CTG Brasil segue as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) para garantir a segurança de seus colaboradores nas usinas e, desde março, adotou o home office para as funções administrativas.