Doação de leite materno aumenta durante pandemia

26

Atualmente, três maternidades conveniadas ao Programa Parto Seguro à Mãe Paulistana, gerido pelo CEJAM (Centro de Estudos e Pesquisas “Dr. João Amorim”) em parceria com a Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo, possuem Banco de Leite Humano em São Paulo. Só no Hospital Municipal Prof. Dr. Alípio Corrêa Netto, o Banco de Leite coletou entre janeiro e agosto de 2020 cerca de 821 litros de leite humano, o que representa uma média de 102 litros por mês, um crescimento de 24% se comparado com a média mensal de 2019 de 82 litros.

“A partir do mês de junho houve um aumento nas doações. Muitas mães começaram a trabalhar em casa devido a pandemia e isso possibilitou amamentarem mais seus bebês, o que estimulou ainda mais a produção de leite e permitiu aumentar a doação”, conta Dra. Telma Aparecida, médica responsável pelo Banco de Leite Humano no Hospital Municipal Prof. Dr. Alípio Coreia Netto.

O Banco de Leite funciona como um centro de apoio, proteção e promoção ao aleitamento materno, além de oferecer todo o suporte para a coleta, armazenamento, seleção, classificação, processamento, controle de qualidade, estocagem sob congelamento e distribuição sob prescrição do leite materno doado.

De acordo com a médica, o espaço tem o propósito de promover a manutenção do aleitamento materno, ajudando mulheres com dificuldades para amamentar. “Qualquer mãe que necessitar de ajuda para amamentar seu bebê pode e deve procurar o serviço especializado dos Bancos de Leite Humano”, salienta.

O leite coletado é destinado aos bebês prematuros ou doentes do hospital. Um litro de leite humano pasteurizado pode atender até 10 recém nascidos internados na Unidade Neonatal. Por isso, é essencial a manutenção das doações mesmo no contexto de pandemia. Para doar, a mãe precisa entrar em contato pelo telefone do hospital e realizar um cadastro, assim como coletar exames de sangue. Após aprovada, semanalmente é realizada uma coleta domiciliar.

Segundo a especialista, os Bancos de Leite Humano já possuem em sua rotina cuidados na manipulação segura do leite humano. São utilizadas máscaras de proteção, toucas, luvas e aventais descartáveis durante os procedimentos e na visita domiciliar. “Durante o processo de doação, as mães deverão também estar devidamente trajadas com máscara, touca e ter feito a higiene necessária. Aquelas que estão com suspeita ou foram contaminadas por Covid-19 devem suspender a doação por 14 dias, mas devem amamentar seus bebês sem interrupção seguindo protocolos de higiene nas mãos e proteção de máscara”, pondera.

O aleitamento materno exerce um papel fundamental para o bebê e a mãe, com benefícios, como:

– Hidratação ao recém-nascido;

– Vínculo afetivo;

– Proteção contra infecções e alergias;

– Recuperação mais rápida nas doenças;

– Recuperação acelerada do tamanho do útero materno;

– Redução de risco de hemorragia, câncer de mama e depressão pós-parto;

– Aumento das reservas de ferro.

Confira a relação de hospitais com o Programa Parto Seguro que possuem Bancos de Leite Humano:

  • Hospital do Campo Limpo – (11) 3394-7460 – Estrada de Itapecerica – Vila Maracanã (SP)
  • Hospital Municipal Prof. Dr. Alípio Corrêa Netto – (11) 3394-8030 – Alameda Rodrigo de Brum, 1989 – Ermelino Matarazzo (SP)
  • Hospital Geral de Vila Nova Cachoeirinha – (11) 3859-4822 – Av. Dep. Emílio Carlos, 3000 – Vila Espanhola (SP)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

2 × três =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.