Unimed Londrina digitaliza processos de seu programa de Home Care

55

Para gerenciar o programa de Home Care da Unimed de Londrina, no Estado do Paraná, e garantir maior eficiência operacional, aumentando a produtividade dos profissionais de saúde que atuam em campo, a cooperativa adotou a solução em nuvem de gestão de serviços da Engineering, companhia global de Tecnologia da Informação e Consultoria especializada em Transformação Digital. A aplicação, além de melhorar a experiência de uso, reduziu a possibilidade de erros e falhas na operação.

De acordo com Lucieire Ramon, gerente de Assistência Domiciliar da Unimed Londrina, a automação dos processos impactou positivamente tanto a equipe da cooperativa de saúde, como seus pacientes. “Houve um ganho de todos os lados, pois ‘livrou’ os profissionais dos processos mais operacionais, garantiu visibilidade e planejamento em tempo real para os gerentes, além de confidencialidade e segurança aos pacientes, que também se beneficiaram com as facilidades da digitalização dos formulários de atendimento, resultando em precisão das informações para todos”, explica.

A solução, denominada SmartQuestion e hospedada na nuvem da Google Cloud Plataform, é responsável pelo acompanhamento e controle dos atendimentos no domicílio em tempo real. Embarcada em aplicativos nos smartphones do time da Unimed Londrina, a tecnologia possibilita a organização das agendas dos profissionais em campo, que dão ‘check in’ e ‘check out’ nas suas consultas a partir do QR CODE no aplicativo.

Em função da utilização do código, os gestores têm acesso, por exemplo, às evidências das visitas e dos pacientes e, através do app, os profissionais também enviam as avaliações e as imagens dos atendimentos para registro. Além disso, eles obtiveram otimização dos processos, organização das agendas, acesso à relatórios de produtividade, tanto individuais quanto setorizados, tempo das visitas, jornada de trabalho, quilômetros rodados pelos carros, bem como identificação dos pontos de atendimento e facilidade no manejo das rotas.

No total, são 27 formulários para preenchimento que são atualizados na ferramenta em tempo real. Antes, os processos eram realizados manualmente, ou seja, as anotações dos atendimentos eram consolidadas em planilhas, possibilitando erros e perdas de informações. Com isso, além do ganho em eficiência operacional, através da digitalização dos processos, a Unimed Londrina obteve uma redução de 80% nos papéis para impressão.

Entre os profissionais de saúde que atuam com o aplicativo em campo estão enfermeiros, técnicos de enfermagem, psicólogos, fonoaudiólogos, nutricionistas e assistentes sociais. Em sua maioria, os atendimentos são acompanhamento de úlceras, auxílio de lesões, curativos, cuidados paliativos, oxigenoterapia, terapias intravenosas etc.

O próximo passo da Unimed Londrina é incluir a ‘prescrição médica’ na ferramenta e dois novos módulos, um para inteligência de dados, que apoia os desafios de Data Driven, e outro aplicativo para os pacientes, no qual será possível acompanhar a previsão de chegada dos profissionais da saúde, bem como visualizar seus dados. “Ambos, otimizarão a experiência dos usuários, o time da Unimed e seus pacientes”, acrescenta James Cisnandes, gerente de relacionamento na Engineering.

De acordo com Cisnandes, o SmartQuestion não é específico do setor de saúde. “Trata-se de uma ferramenta escalável, cuja customização pode ser feita de acordo com as necessidades do cliente. Com foco na digitalização dos processos, resultando em ganhos de eficiência operacional e redução de custos, suas funcionalidades de gestão de serviços em campo são escaladas a diversos setores”, finaliza o gerente de relacionamento da Engineering.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.