Estudo revela que Covid-19 pode causar comprometimento cognitivo

Mesmo que a maioria das pessoas já tenham retornado às suas atividades normais, com alguns cuidados, a medicina não deixou de procurar entender mais sobre o vírus que recentemente colocou o mundo em estado de pandemia. Das sequelas já descobertas, pesquisadores notam que pessoas que sofreram de casos graves de Covid-19 tiveram a capacidade cognitiva afetada pelo vírus semelhante ao causado naturalmente em pessoas entre 50 e 70 anos de idade. Porém, ainda são necessários outros testes para confirmar se essa associação está relacionada às características clínicas da fase aguda ou ao estado de saúde mental no momento da avaliação dos casos.

Segundo o estudo realizado pela Universidade de Cambridge e pelo Imperial College London, para chegar a esse resultado, os pesquisadores analisaram dados de 46 pacientes que receberam cuidados intensos no Hospital Addenbrooke entre 10 de março e 31 de julho de 2020.

Para a Dra. Vanessa Milanese, Diretora de Comunicação da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia (SBN), desde o surgimento do novo coronavírus, a comunidade científica tem buscado entender quais são os aspectos que envolvem a relação do vírus com o cérebro humano.

“Ainda há muito para estudar e analisar e provavelmente levará muitos anos para entendermos todos os impactos negativos que a Covid-19 causa em nosso sistema nervoso”, comenta a especialista

Diagnóstico e sintomas

Os pacientes que contraíram a doença foram menos precisos e mais lentos em suas respostas no estudo do que o esperado em comparação com os controles correspondentes. Além disso, muitas pessoas infectadas pelo vírus estão relatando sintomas psicológicos, incluindo: fadiga, dificuldades cognitivas, problemas para encontrar as palavras, distúrbios de sono, falta de ar e distúrbios psiquiátricos mesmo meses após a infecção e cura da doença.

Ainda segundo a especialista. “Temos presenciado em nossa prática clínica muitos pacientes com problemas de raciocínio e memória de curto prazo. Sintomas como esquecimento repentino, se observados por muitos meses, merecem atenção de um especialista. Vale ressaltar que pessoas que contraíram a Covid-19 de forma leve também podem apresentar sintomas parecidos. Exames e diagnósticos médicos são importantes nesta fase da pandemia”, finaliza a neurocirurgiã.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.