Evento médico debate vantagens da humanização em Terapia Intensiva

899

Até onde levar o tratamento do paciente, em especial os que necessitam de cuidados de fim de vida? O que será mais importante nesses casos? Alta tecnologia ou cuidados humanizados? A 14ª edição da Jornada Multidisciplinar do Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), no Rio de Janeiro (RJ), realizada nos dias 5 e 6 de dezembro, propôs aos mais de 200 médicos, profissionais de Enfermagem, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Nutrição e Psicologia e estudantes que estiveram presentes uma reflexão sobre o cuidado humanizado e o uso das mais modernas tecnologias.

O tema central do evento foi ‘Humanização e Tecnologia em Terapia Intensiva’. De acordo com o coordenador científico da Jornada, Guilherme Aguiar, chefe do CTI do hospital, é preciso pensar no CTI como um centro de acolhimento do paciente e da família. “Vou citar um exemplo bem conhecido: o Papa João Paulo II. Ele tinha a Doença de Parkinson em estágio avançado e no final desenvolveu uma infecção. Ele e a família não quiseram que ele fosse levado ao CTI. O Papa acabou falecendo no Vaticano, onde pode receber cuidados diferenciados, fora do Centro de Tratamento Intensivo”, relata.

Além da reflexão sobre a indicação da internação no CTI e os limites dos tratamentos, abordados por Aguiar na palestra ‘Humanização em Terapia Intensiva’, a programação da Jornada levantou questões como o suporte hemodinâmico respiratório e o tratamento e prevenção de infecções graves e resistentes a antibióticos. Também foram abordados temas como ‘Nutrição em Terapia Intensiva’ e ‘Doação e Transplante de Órgãos’. “Contamos com palestrantes da equipe do HSVP e de fora do Hospital, pessoas de diversas áreas e com experiências diferentes. Na minha palestra, por exemplo, convidei o marido de uma ex-paciente que esteve internada no CTI, para que ele compartilhasse sua experiência de humanização dentro do HSVP”, contou Aguiar. O médico reforça que é muito importante reunir vivências diferentes para promover uma reflexão sobre temas tão importantes na nossa atuação em saúde, como Humanização e Tecnologia.