Evento mostra como tecnologia e liderança humanizada aliadas à segurança podem salvar vidas

Safety Summit 2022 abordará as tendências em segurança do trabalho e temas atuais como ESG, Cultura Safety & Data Analytics, BIG DATA, fatores humanos influenciando comportamentos de risco, desempenho Humano e Organizacional (HOP) e muitos outros

Na última década, mais de 21 mil pessoas perderam suas vidas em acidentes no trabalho, segundo apontam dados do Ministério Público do Trabalho. Segundo especialistas, pensando num futuro promissor a ser escrito, o uso de tecnologias inovadoras e disruptivas embarcadas nos equipamentos de proteção coletivas, individuais e nos processos fabris, assim como a aplicação de novos conceitos e metodologias de liderança voltados à Cultura de Segurança serão os responsáveis para prover um cenário mais seguro para a realização dos trabalhos.

Segundo Mauricio Alvares, gerente Nacional de Operações Comerciais da MSA, é considerável a evolução com que o mercado de segurança do trabalho vem passando, com inovações em produtos com tecnologia de ponta. E essa transformação tem como consequência, além do incremento de agilidade nas operações administrativas, menos acidentes de trabalho e, inclusive, reverbera no salvamento de vítimas de acidentes de grande escala, como explica o especialista: “Por exemplo, no fatídico 11 de setembro, um dos relatos dos bombeiros foi que as roupas e os equipamentos de resgate eram muito pesados e dificultavam o trabalho da equipe e que muitos deles se perderem nos escombros das edificações. Ou seja, eles poderiam ter adentrado o local muito mais vezes e salvado mais vidas se não fosse a fadiga causada pelo peso dos EPIs (Equipamento de Proteção Individual)”, e a falta de monitoramento remoto que poderia ter garantido maior eficiência na operação. “Isso sem contar que há um movimento crescente com novas técnicas e abordagens de liderança comportamental aplicadas ao trabalhador que ajudam consideravelmente na mudança da cultura e numa maior conscientização frente aos riscos das operações”, afirma o gerente.

Pensando em justamente mostrar como a tecnologia faz a diferença na hora de salvar vidas, a MSA do Brasil promove um evento destinado a profissionais que desejam cada vez mais aumentar os procedimentos de segurança no ambiente de trabalho, que conta com o apoio da ABHO, AÇO BRASIL, Animaseg, CREA-SP e IBP. O evento será ao vivo, transmitido em plataforma virtual inovadora, com duração de 2 dias e mais de 15 palestras e painéis de debate.

O Safety Summit 2022 – que acontece nos dias 3 e 4 de maio de 2022, das 9h às 17h – será baseado em três pilares: TECNOLOGIA, LIDERANÇA e suas respectivas aplicabilidades em SEGURANÇA, e, para isso, contará com palestras de profissionais renomados no Brasil e no exterior. Eles abordarão em palestras e debates on-line as últimas tendências dos pilares citados, além de demonstrações de novas tecnologias e soluções, baseadas em dados, destinadas a evitar acidentes, proteger a vida dos trabalhadores do setor e salvar vidas.

Dentre os palestrantes de peso estão nomes como Sidney Dekker, Juliana Bley, Paula Harraca e Romeo Busarello. O Safety Summit conta com a jornalista Adalgisa Pires para cerimoniar o evento; os participantes receberão um certificado de participação e haverá interações e sorteio de prêmios.

O evento será gratuito aos participantes, com a opção de doação voluntária para a TETO, organização que atua no Brasil há mais de 15 anos, através da mobilização de moradores e jovens voluntários na construção de moradias de emergência e soluções de infraestrutura, como sedes comunitárias, pontes, quadras e biodigestores.

Valor: gratuito – mas a MSA convida a todos a contribuírem com o trabalho da TETO

Modalidade: on-line

Informações e inscrições: safetysummit2022.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.