Frascos individuais de amenities são ideais em época de pandemia

Linhas diferenciadas de amenities, com fragrâncias exclusivas

Em tempos de pandemia, sem data para acabar, todo o cuidado para evitar contaminação é indispensável, afinal, isso pode salvar várias vidas. E nenhuma vida tem preço, nenhuma pode ser reposta.

Nos hospitais, a atenção é redobrada, pois, além de ser um local que tem como objetivo tratar pacientes que precisam de cuidados, também é fundamental assegurar a saúde daqueles que trabalham para que isso aconteça: médicos, enfermeiros, equipes de apoio e demais profissionais da linha de frente.

É imprescindível pensar em cada detalhe. Os dispensadores de sabonete líquido, por exemplo, são práticos, mas muitos ainda dependem do toque para funcionar. Segundo a Anvisa, deve-se optar por dispensadores de fácil limpeza e que evitem o contato direto das mãos. Além disso, é preciso tomar uma série de cuidados ao repor o produto nos dispensadores para prevenir a contaminação do sabão líquido e do produto antisséptico.

Pensando em todas essas questões, os frascos individuais de amenities são ideais nessa época de pandemia. “Eles são mais seguros que os dispensadores manuais”, garante Vincenzo Manzo, diretor da Ecco Brasil, especializada na fabricação de produtos de higiene pessoal e amenidades para a indústria hoteleira e instituições de saúde.

Entre as soluções oferecidas pela empresa estão kits com hidratante, sabonete, shampoo, condicionador e qualquer outro item desejado. “A Ecco Brasil é líder no segmento de amenities no Brasil, fornecendo produtos para os principais hospitais, clínicas e maternidades do Brasil”, ressalta Manzo.

O mais recente lançamento, que pode ser acrescentado aos kits, é o álcool gel 70%, disponível em frascos individuais de 30ml, 60ml e 210ml. Antisséptico, higieniza as mãos e hidrata, eliminando 99,9% das bactérias. “Ele oferece frescor, proteção e secagem rápida, com extrato natural de erva-doce”, ressalta o diretor da empresa.

E se a preocupação, nesse caso, é ambiental, já que envolve uma embalagem descartável, a empresa tem um diferencial: o Eco-One. As embalagens plásticas fabricadas com adição do Eco-One biodegradam totalmente em menos de cinco anos quando em contato com ambiente microbial anaeróbico (sem oxigenação), e em menos de dois anos em ambiente microbial aeróbico (com oxigenação).

O Eco-One é formado por compostos orgânicos que, quando adicionados na cadeia do polímero do plástico, atraem micro-organismos ao serem colocados em um ambiente microbiano ativo, como nos lixões e aterros sanitários, onde os fungos e as bactérias formarão colônias de decomposição, promovendo a biodegradação deste material. Em pouco tempo esses plásticos se transformarão em húmus e CH4. “Assim, quem investe em nossos produtos reduz as contaminações por patógenos e também os impactos ambientais”, finaliza Manzo.

Informações: www.eccobrasil.com

Matéria originalmente publicada na Revista Hospitais Brasil edição 103, de junho/julho/agosto de 2020. Para vê-la no original, acesse: portalhospitaisbrasil.com.br/edicao-103-revista-hospitais-brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.