Governador Marconi Perillo entrega obras de Credeq e USE em Goianésia

583

Os moradores de Goianésia (GO) terão um incremento histórico em assistência médica com a entrega da Unidade Estadual de Saúde Especializada (USE) e do Centro de Referência e Excelência em Dependência Química (Credeq) pelo governador Marconi Perillo, vice-governador José Eliton e pelo secretário de Estado da Saúde de Goiás Leonardo Vilela, representado pelo superintendente executivo da SES Deusdedith Vaz.

“A rede Credeq é um projeto de governo inovador que se tornou realidade. A unidade de Aparecida de Goiânia já realiza atendimentos há mais de um ano na região metropolitana da capital, e agora, com mais esse Credeq, ampliaremos esse serviço de excelência para a população de Goiás”, afirmou Marconi.

O valor investido nas obras foi de R$ 28.230.208,77 milhões no Credeq, e de R$ 9.388.273,68 no USE de Goianésia. A população alcançada é de 1,1 milhão de pessoas, com 60 municípios abrangidos. São estruturas modernas, espaçosas, programadas para receber com conforto e eficiência os pacientes que delas precisarem. As duas unidades atenderão a macrorregião Centro-Norte de Goiás, composta por 60 municípios, com população estimada em 1.120.039 habitantes.

Em equipamentos, serão investidos R$ 14 milhões para o USE edificado. Também R$ 1 milhão e 300 mil para equipamentos e mobiliário do Credeq. O custeio das unidades ficará no valor de R$ 1 milhão por mês para a USE e de R$ 2 milhões por mês para o Credeq.

“A edificação das novas estruturas é um marco para o Estado, pois são reflexo na prática, de um projeto de governo para descentralizar cada vez mais a oferta de serviços em Saúde. A USE Goianésia é a primeira a ser inaugurada de uma rede que oferecerá consultas em diversas especialidades médicas e exames de diagnóstico em Goiás”, avalia Leonardo Vilela.

Outras cinco USEs que estão em fase adiantada de construção também serão entregues este ano em Formosa, Posse, Goiás, Quirinópolis e São Luís de Montes Belos. Já a Rede Credeq será ampliada com as unidades em Morrinhos e Caldas Novas, que  também ficarão prontas este ano.

O objetivo é levar uma gama de serviços de saúde de qualidade para o cidadão que reside no interior do Estado, e que não precisará mais se deslocar em busca de atendimento nos grandes centros como Goiânia e Anápolis. Esse trabalho atenuará gargalos de atendimento na capital e, com a proposta de continuidade, dará por efetivado e consolidado o projeto em Saúde Pública que chegará mais perto de cada cidadão goiano.

Atendimentos Rede USE

As Unidades Estaduais de Saúde Especializadas são centros de diagnóstico de média e alta complexidade e orientação terapêutica que reunirão 20 especialidades médicas, para atendimento aos pacientes encaminhados pela rede básica de saúde.

Consultas – As USEs, com uma área média construída de mais de 3 mil metros quadrados, contarão com cerca de 23 consultórios para atender, inicialmente,  especialidades de cardiologia, endocrinologia, gastroenterologia, ginecologia e obstetrícia de alto risco, mastologia, neurologia, oftalmologia, pneumologia, urologia, ortopedia,  pediatria, anestesiologia, radiologia e endoscopia. A estimativa é de que a USE Goianésia realize 11 mil consultas por mês no auge de sua capacidade operacional.

Além disso, haverá atendimento de enfermagem, serviço social, psicologia, fisioterapia, terapia ocupacional, nutrição, fonoaudiologia e farmácia. A SES-GO prepara o chamamento público para efetuar contratos de gestão, com previsão de concluir as etapas formais em maio ou começo de junho.

Exames – Cada USE possui 13 salas para realização de exames como tomografia, ultrassonografia, raios X, análises clínicas, endoscopia, teste ergométrico, ecocardiografia, colonoscopia, eletrocardiograma, eletroencefalografia e eletroneuromiografia (exames neurológicos); espirometria, holter, teste ergométrico, urodinâmica e cistoscopia. A capacidade da USE Goianésia é de até 25 mil exames por mês.

Luta contra as drogas

A dependência química é uma doença crônica. Internar é apenas o início de uma longa jornada. No Credeq de Goianésia o paciente terá à sua disposição uma assistência multiprofissional que inclui alguns profissionais como psiquiatra, psicólogo, enfermeiro, educador físico, musicoterapeuta, psicopedagogo, dentre outros.

O Credeq de Goianésia compõe a rede estadual de Centro de Referência e Excelência em Dependência Química. Genuinamente goiano, o Credeq atende 100% SUS e é, exclusivamente, custeado com recursos do tesouro estadual.

O foco da unidade é capacitar o indivíduo a percorrer o caminho do autodesenvolvimento. Vinculada à Secretaria de Estado da Saúde de Goiás, a unidade terapêutica é um complemento à Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), com estrutura terapêutica, clínica, nutricional, assistencial e arquitetônica, incluindo canil e horta.

No projeto arquitetônico, os Credeqs possuem o mesmo padrão e disponibilizarão 108 vagas e dois ambulatórios. Cada ambulatório possui dois consultórios, uma área de pronto-atendimento com um consultório médico, uma casa de desintoxicação com seis leitos, posto de enfermagem (atendimento médico e de enfermagem 24h) e uma sala de reanimação e copa. A casa de desintoxicação terá média de permanência de até 7 dias e a internação máxima de 90 dias.

No centro da unidade haverá uma piscina, quadra poliesportiva, vestiário masculino e feminino, quadra de peteca e um campo de futebol. A média mensal de atendimento ambulatorial será de 2.800 consultas.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

4 × 3 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.