Grupo Luta Pela Vida: 25 anos apoiando o tratamento de pacientes oncológicos de Uberlândia

Oferecer melhores condições e investimentos no tratamento e cura aos pacientes oncológicos atendidos em Uberlândia (MG) é o propósito do Grupo Luta Pela Vida desde o início da instituição, em 1996. A história teve início em uma pequena casa alugada no bairro Umuarama, onde os primeiros atendimentos foram prestados a pessoas em tratamento de câncer da cidade e vindos de toda a região. Com o apoio, confiança e engajamento da sociedade o trabalho realizado cresceu rapidamente, e em quatro anos foi possível inaugurar o primeiro pavimento do Hospital do Câncer em Uberlândia.

Nestes 25 anos de atuação, comemorados no dia 3 de junho, a instituição já acumula a realização de outras inúmeras melhorias como construções, ampliações, aquisições de equipamentos e aperfeiçoamento na capacitação de profissionais e também celebra a superação de um ano desafiador como foi em 2020.

O Grupo tem inovado bastante nessas mais de duas décadas, para manter a captação de doações para a manutenção do Hospital do Câncer, com envolvimento de mais de 200 colaboradores e 420 voluntários. Como reconhecimento a esta luta, nos últimos três anos a instituição figura entre as 100 melhores ONGs do país, sendo a única do terceiro setor do Triângulo Mineiro e uma das 10 do Estado incluídas na lista, além de possuir a nota A + no selo Doar. Estes reconhecimentos do Instituto Doar foram conquistados devido a boas práticas na gestão e transparência adotadas. Dentre outras honrarias recebidas, estão também as Comendas Augusto César e Alexandrino Garcia.

No mês que completa 25 anos, o Grupo Luta Pela Vida celebra a trajetória de conquistas e a superação de um ano árduo, que apesar das dificuldades devido a pandemia de Covid-19, foi possível avançar nos projetos desenvolvidos para oferecer melhorias no tratamento oncológico de pacientes do Hospital do Câncer, como comenta a presidente do Grupo, Thaísa Galicioli. “É importante agradecer todas as pessoas, empresas e instituições que continuaram com suas doações e com o apoio em um momento tão difícil. Completamos 25 anos de muito empenho e responsabilidade na luta contra o câncer e grande parte de todo o sucesso é a solidariedade e a confiança da sociedade. Mais do que nunca, sentimos muito orgulho de fazer parte do Grupo Luta Pela Vida”, conta Thaisa.

Balanço do Grupo Luta Pela Vida em 2020

A luta contra o câncer não parou e apesar do momento enfrentado, a instituição não deixou de trabalhar para oferecer cuidado e seguir seu propósito. Os resultados de 2020 já foram levantados e disponibilizados no Relatório de Atividades, publicação anual do Grupo que resume conquistas, ações e investimentos realizados no ano anterior. O material completo já pode ser conferido nas plataformas digitais da instituição e acessando o link.

Somente em 2020, mais de 8.200 pacientes de mais de 75 cidades foram atendidos, resultando na realização de mais de 28 mil procedimentos de quimioterapia, 900 de radioterapia, mais de 7 mil tomografias e 11 mil mamografias. Além da atuação no tratamento oncológico, o Hospital do Câncer oferece apoio psicossocial para o paciente e sua família, realizando a identificação de necessidades e auxílio com fornecimento de itens básicos. Esta atividade do setor de Serviço Social resultou na doação de mais de 35 mil litros de leite, 4 mil suplementos alimentares, 707 cestas básicas, mais de 3 mil pacotes de fraldas descartáveis e até colchões. Ainda dentre as atividades de apoio psicossocial, a brinquedoteca é um espaço lúdico e educativo para crianças e adolescentes enquanto aguardam pelo tratamento, em que foram prestados 1460 atendimentos pedagógicos a crianças e adolescentes. O fornecimento de refeições para pacientes e acompanhantes não deixou de acontecer, sendo distribuídas mais de 52 mil refeições somente no último ano.

As adaptações para o momento foram necessárias em todos os setores do Hospital do Câncer e para a realização das ações de solidariedade, o Grupo precisou inovar. Muitas das campanhas aconteceram de forma remota, e independente do formato, a sociedade continuou se mobilizando em prol do paciente oncológico. Por meio dessas doações recebidas, fruto da confiança da comunidade, foi possível continuar os investimentos no desenvolvimento do tratamento oncológico oferecido no Hospital, realização de campanhas e ações de impacto social, capacitação de profissionais, ampliação da instituição de saúde, aquisição de equipamentos e instrumentos, dentre outras atividades. Confira algumas destas ações:

  • Primeiro transplante de medula óssea do Hospital do Câncer em Uberlândia: realizado no dia 29 de agosto, envolvendo uma equipe composta por colaboradores do Grupo Luta Pela Vida, Universidade Federal de Uberlândia e da Fundação de Assistência, Estudo e Pesquisa de Uberlândia.
  • Formatura de residentes: o Hospital também atua na formação de profissionais qualificados e capacitados em cancerologia, e em 2020, dois médicos concluíram a especialização.
  • #CuidarÉViver: com objetivo de alertar a sociedade sobre a prevenção e o cuidado para combater o câncer, o Grupo produziu uma série de vídeos educativos sobre o tema que foram compartilhados ao longo do ano nos canais online da instituição.
  • Pesquisa e Prevenção: O Núcleo de Projetos, Prevenção e Pesquisa em Câncer (NUPPPEC) desenvolveu uma pesquisa para aprimorar a prevenção do câncer de mama em familiares de primeiro grau de pacientes com a doença e ainda avançou no desenvolvimento de novos estudos.
  • Centro Cirúrgico Oncológico: Permite realizar até 3.000 cirurgias por ano, e em 2020, foi equipado com material cirúrgico e está em fase de instrumentalização.
  • Centro de Medula Óssea: No último ano, foi parcialmente equipado e mobiliado, e atualmente está em fase de instrumentalização. Ao ser concluído terá capacidade de receber cerca de 100 transplantes ao ano.
  • Terceiro Acelerador Linear: Equipamento capaz de realizar tratamentos de grande complexidade em até 350 novos pacientes por ano, e em 2020, ficou pronto permitindo avançar para a capacitação dos profissionais envolvidos.
  • Ampliação da quimioterapia: No último ano, as obras de ampliação dos setores de quimioterapia adulta e infantojuvenil continuaram. A área voltada para crianças e adolescentes será expandida em 100m².
  • Unidade 2 do Hospital do Câncer em Uberlândia: O espaço que vai abrigar o Centro de Cuidados Paliativos, em 2020 entrou em fase de equipagem e mobiliário. No Centro será oferecido tratamento multidisciplinar aos pacientes que demandam tratamento paliativo, e que no último ano, foram cerca de 700 pessoas.

O detalhamento das ações e investimentos realizados podem ser conferidos no Relatório de Atividades 2020, já disponível para leitura no site da instituição. Também é possível saber mais sobre os resultados do último ano da instituição pelo vídeo no canal da instituição no YouTube.

O Hospital do Câncer disponibiliza diversas formas para doar em prol dos pacientes oncológicos que podem ser conferidas no site hospitaldocancer.org.br/formas-de-doar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.