Hospital Ana Costa moderniza pronto-socorro adulto e ganha sala de telemedicina

5306

O Hospital Ana Costa, de Santos (SP), inaugurou, na última quarta-feira (26) seu novo pronto-socorro adulto, que, além de modernizado, passa a contar com uma sala de telemedicina com foco no tratamento do acidente vascular cerebral (AVC). A emergência da unidade realiza, em média, 15 mil atendimentos mensais em seu pronto-socorro. “As novidades fazem parte dos investimentos para aprimorar a infraestrutura, a qualidade e a segurança dos pacientes da instituição, garantindo a melhor assistência aos clientes da Baixada Santista”, afirma a diretora do hospital, Isabelle Tatsui.

A sala de telemedicina com foco no AVC funcionará 24 horas por dia e permitirá aos neurologistas e outros especialistas do Hospital Ana Costa discutirem os casos com médicos de uma central especializada. O objetivo desse contato é dar suporte à tomada de decisão quanto à melhor conduta a ser adotada para cada ocorrência neurológica. Hoje, o hospital recebe, em média, 30 pacientes por mês com suspeitas de AVC.

A modernização do pronto-socorro está sendo realizada de forma gradual, com investimentos de cerca de R$ 3,1 milhões. Nos últimos dois anos, a emergência também passou por reorganização do fluxo de atendimento, implementação de protocolos de classificação de risco e criação de indicadores de qualidade de atendimento, que tem apresentado evolução progressiva, conforme pesquisas de opinião.

Outras melhorias

Em outubro de 2017, foi criado o Escritório do Paciente, que tem como objetivo melhorar a experiência desse público. Agentes de hospitalidade fazem perguntas sobre aspectos relacionados à segurança e à qualidade do atendimento e também sobre qual desejo as pessoas internadas gostariam de realizar para tornar sua estada no hospital mais leve. Ao todo, o projeto do Hospital Ana Costa já atendeu a mais de 8 mil pedidos, desde aqueles mais simples – como receber a visita de um animal de estimação – até os mais elaborados, como realizar uma cerimônia de casamento. A iniciativa faz parte do movimento global What Matters To You, criado em 2016 e liderado pela organização escocesa Healthcare Improvement Scotland.

O hospital também implementou um amplo programa de humanização do parto, que resultou em uma queda de cerca de 18% no número de cesarianas. Todo o atendimento prestado antes, durante e após o nascimento do bebê passou a se concentrar em um único andar, com quartos nos quais a gestante é acompanhada por uma equipe de plantão desde a internação até a alta, realizando, inclusive, o parto nesse ambiente. O espaço também possui sala de extração do leite materno, onde as mães com filhos internados na UTI neonatal podem alimentar os recém-nascidos.

“Nosso índice de satisfação tem crescido de forma consistente. Diariamente, monitoramos a avaliação dos nossos pacientes e, com base nesse levantamento, implementamos as melhorias necessárias na perspectiva de nossos clientes”, explica Isabelle Tatsui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.