Hospital de Niterói traz empatia e humanização para rotina de pacientes com Covid-19

Leito de quem estava de alta na frente do box do familiar internado como forma de humanização, integração e empatia

Diante de um cenário delicado devido à pandemia do Coronavírus, o Hospital Icaraí, de Niterói (RJ), vem humanizando cada vez mais o seu atendimento como uma das formas de combate ao vírus e acolhimento aos pacientes. Na unidade de saúde, percebeu-se a necessidade de se colocar no lugar do outro e, assim, encontrou-se uma maneira de aproximar familiares internados no mesmo setor. Como exemplos, um filho e a mãe; um marido e a esposa.

“No início tivemos familiares internados no mesmo setor e foi onde percebemos a necessidade de se colocar no lugar do outro. Por dois momentos, também na alta, nós conversamos com os pacientes e colocamos o leito de quem estava de alta na frente do box do familiar internado”, lembrou Nathália Pereira, enfermeira do Hospital Icaraí e umas responsáveis pelo trabalho multiprofissional no Centro de Terapia Intensiva III de Covid-19.

A equipe técnica do HI preza muito pelo acolhimento aos pacientes e pelas suas famílias de alguma forma. Por isso, outra ação que idealizaram foi a de realizar as chamadas de vídeo com toda a preocupação de saber quem vai estar do outro lado e em que condições esse familiar se encontra.

Nathália ressaltou, ainda, a plaquinha dada pelo hospital aos pacientes que recebem alta: “Todo mundo conhece e a gente faz muita questão na hora da despedida como um prêmio mesmo, pois sabemos que foi a etapa mais difícil a ser concluída”, afirma.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.