Hospital é primeiro centro de referência do Sul a se tornar membro pleno do Breast Centres Network

O Núcleo de Mama do Hospital Moinhos de Vento, de Porto Alegre (RS), é o primeiro centro de referência do Sul do Brasil a se tornar membro pleno do Breast Centres Network, rede mundial de instituições clínicas dedicadas exclusivamente ao diagnóstico e ao tratamento do câncer de mama. O projeto da Escola Europeia de Oncologia (European School of Oncology – ESO) tem como objetivo promover e melhorar o tratamento desse tipo de tumor na Europa e em todo o mundo, com base em padrões internacionais de ponta. No país, há apenas oito hospitais que integram a rede, sendo o Hospital Moinhos de Vento o único na Região Sul como membro pleno.

Para serem consideradas centros de referência da rede — que são recomendados pela Sociedade Europeia dos Especialistas em Câncer de Mama (European Society of Breast Cancer Specialists – EUSOMA), Coalizão Europeia do Câncer de Mama (European Breast Cancer Coalition – EuropaDonna) e pelo Parlamento Europeu — as unidades precisam preencher uma série de requisitos. Entre eles estão: tratar pelo menos 150 novos casos de câncer de mama (em qualquer estágio) por ano e ter especialistas como cirurgiões, mastologistas, radiologistas, patologistas, oncologistas, dentre outros profissionais totalmente dedicados às doenças da mama.

Segundo a chefe do Serviço de Mastologia do Hospital Moinhos de Vento, Maira Caleffi, o processo foi rigoroso e levou em conta o trabalho do Núcleo de Mama, que acompanha toda a jornada da paciente, desde a prevenção, acompanhamento de exames de rotina para detecção precoce de tumores malignos, diagnóstico, tratamento completo nas diferentes fases da doença e acompanhamento pós-tratamento. Em função desse trabalho, hoje a instituição conta com uma base de dados de pacientes alimentada há mais de quinze anos. “Essa escolha demonstra o reconhecimento de uma instituição internacional em relação a uma equipe multiprofissional completa, de alto nível, que trabalha em conjunto, em tempo real, e para a qual a paciente está no centro do cuidado”, revela Maira ao comemorar que em outubro de 2021 o espaço completa 18 anos.

A mastologista também frisou o trabalho do hospital na área da educação. “Nós somos uma escola. Já formamos mais de 20 residentes e especialistas em Mastologia nesses anos de atuação”, acrescenta.

Breast Centers Network

A Breast Centers Network é a primeira rede internacional de centros clínicos exclusivamente dedicada ao diagnóstico e ao tratamento do câncer de mama criada pela European School of Oncology (ESO) com o objetivo de promover e melhorar o tratamento do câncer de mama na Europa e em todo o mundo. Desde 2020, a Senologic International Society tornou-se a administradora executiva do programa.

Oferece um diretório de unidades de mama online que fornece informações detalhadas sobre seus membros em uma tentativa de divulgar os padrões internacionais de ponta para o tratamento multidisciplinar.

Pandemia e câncer de mama

Maira destaca que esse também é um momento para mobilizar as mulheres a colocarem em dia os seus exames de rotina. Neste ano, a Organização Mundial da Saúde (OMS) reconheceu que o câncer de mama é o tipo mais comum da doença no mundo e estima um aumento de até 30% nas já tão altas estatísticas de mortalidade, em função das demandas represadas pela pandemia. “A procura teve uma queda de 50% nos primeiros 12 meses”, alerta.

No Núcleo Mama do Hospital Moinhos de Vento, as pacientes poderão, em um único dia, realizar a consulta e os exames. Além disso, resultados de biópsia saem entre 24h e 48h. “Estamos com todos os protocolos de cuidados para receber as nossas pacientes. Proporcionamos um rápido diagnóstico para a promoção de um tratamento adequado”, acrescenta. Hoje, o espaço é composto por uma equipe multiprofissional formada por mastologistas, oncologistas, radioterapeutas, geneticista, cirurgiões plásticos, cirurgião geral, psicólogo, psiquiatra, enfermeiros, fisioterapeuta, nutricionista e especialista em acupuntura. Trabalha em parceria com a área de cardio-oncologia, reumatologia e odontologia.

Câncer de mama

O câncer de mama é a doença maligna mais frequente em mulheres em todo o mundo e pode ter seu desenvolvimento provocado ou acelerado por diversos fatores, entre eles, obesidade, idade acima de 40 anos, primeira menstruação precoce, gravidez e menopausa tardias. O histórico pessoal de neoplasias e de familiares de primeiro e segundo graus (avó, mãe, tia, irmã e filha) de câncer de mama e/ou ovário ou muitos casos de câncer em geral na família também são aspectos a serem considerados.

Entre os sinais de alerta estão saliências ou nódulos na mama ou axila, alteração no formato e no tamanho das mamas, retração na pele e no complexo aréolo-mamilar (bico do seio) e secreções pelo mamilo fora da gravidez e do puerpério. O melhor método para se diagnosticar precocemente é a mamografia, exame indicado, principalmente, para  mulheres acima de 40 anos, quando o risco de desenvolvimento da doença começa a aumentar. As mais jovens também devem estar atentas aos exames, procurando mastologista para orientações e prevenção da doença. Mulheres com história familiar de câncer também podem contar com avaliação de risco e aconselhamento genético para saber se devem começar seus exames de imagem anuais ou semestrais até bem antes dos 40 anos.

Não há uma forma específica de prevenção. Isso acontece porque a doença é considerada uma neoplasia de origem multifatorial em que aspectos biológico-endócrinos, vida reprodutiva, envelhecimento, comportamento e estilo de vida precisam ser levados em conta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.