Hospital São Vicente tem programa de acolhimento psicológico para colaboradores

A partir do dia 5 de março, o Hospital de Caridade São Vicente de Paulo (HSV), de Jundiaí (SP), retoma o atendimento psicológico presencial de seus colaboradores. A iniciativa faz parte do programa “Quem cuida, precisa ser cuidado”, sob o comando do setor de Medicina do Trabalho do hospital. Em sua versão anterior, em meados de 2020, o atendimento era realizado com foco total na Covid-19. Agora o serviço é retomado de forma mais abrangente, oferecendo total suporte aos colaboradores.

O HSV, por meio desse programa busca viabilizar aos colaboradores a oportunidade de compartilhar seus sentimentos e emoções diante de sua vivência pessoal. Desta forma propiciar a diminuição de sentimentos de estresse e ansiedade, além de identificar as necessidades de cada colaborador e, se for o caso, viabilizar o encaminhamento para outros atendimentos, como por exemplo psiquiatria. Com esta iniciativa há melhorias na qualidade de vida dos profissionais. O reflexo também deve ser sentido na assistência prestada à população, especialmente no que se refere à humanização.

O atendimento será realizado pela psicóloga Pâmela Aparecida Araújo, em quatro dias da semana, entre 7h e 15h, mediante marcação prévia.

Mesmo do lado de fora, voluntários homenageiam colaboradores do São Vicente

Em frente ao hospital, voluntários prestam homenagens aos colaboradores

Neste domingo (28), os profissionais do Hospital de Caridade São Vicente de Paulo receberam uma homenagem muito especial. A Ong Amigos pela Fé, que antes da pandemia realizava trabalho voluntário no hospital, levando um pouco de música aos pacientes e colaboradores, se uniu ao Ministério de Louvor Fanuel e realizou apresentações de cantos de louvores na praça D. Pedro II, conhecida como Praça das Rosas, em frente ao hospital e nas ruas a seu redor.

“Com a pandemia as atividades de voluntariado tiveram que ser suspensas, daí surgiu a ideia de homenagear os profissionais ficando ao lado de fora. Foi muito emocionante, muitos saíram na janela, nos agradeceram e ficaram comovidos com os louvores. Foi lindo e nós decidimos que agora vamos realizar essa ação a cada 15 dias”, conta Marcel Bonilha, do grupo Amigos pela Fé. Além dele, a ação contou com a participação de Paulo, Joseane, Sandra, Claudio e Vanderlei.

Os voluntários também aproveitaram a ocasião para servir um café da manhã a pessoas em situação de rua, que geralmente ficam na praça e arredores do hospital.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.