Investimentos em startups movimentam o mercado de saúde brasileiro

59

A busca por respostas rápidas e soluções cada vez mais inovadoras em medicina seguem aquecendo o mercado de saúde no Brasil, hoje um dos principais polos de investimentos em health techs da América Latina, segundo levantamento divulgado pela consultoria Distrito.

De olho nas respostas oferecidas por estas companhias, o Grupo Sabin Medicina Diagnóstica anuncia aporte de 12% na ProntMed, healthtech que oferece soluções para gestão de saúde e integra consultórios, hospitais, laboratórios e operadoras/seguradoras. A atuação neste nicho inspirou o Sabin a apostar nessa plataforma dentro da filosofia de integração com a cadeia produtiva em saúde para gerar valor para o paciente. “Nosso papel como empresa vai muito além de entregar soluções em saúde. Queremos superar as expectativas e, mais do que isso, influenciar e contribuir para a sustentabilidade do setor de saúde. Esse novo investimento integra um dos nossos pilares do planejamento estratégico que é ampliar a jornada e experiência do cliente por meio da transformação digital”, destaca a Presidente Executiva do Grupo Sabin, Lídia Abdalla.

Ainda de acordo com a executiva, o investimento chancela o empenho do Sabin em apostar nas soluções essenciais para a tomada de decisão na gestão de saúde, inclusive no próprio contexto de enfrentamento à pandemia do Covid-19. “Mais do que nunca dedicamos energia para inserir novos modelos de gestão que deem mais fluidez e segurança aos dados, qualificando ainda mais o atendimento dos profissionais de saúde”, afirma Lídia e complementa “Estamos enfrentando um dos momentos mais desafiadores para a ciência e poder oferecer ao nosso cliente soluções facilitadoras em favor da saúde é um compromisso que o Sabin reafirma diariamente, por meio de alianças com marcas e organizações que têm sinergia com a nossa missão, valores e propósitos, para juntos fazer diferença no setor, garantindo a satisfação dos clientes, e contribuindo de forma ímpar com a comunidade médica e científica”.

No mercado, a Prontmed é hoje um dos prontuários mais utilizados no país. A companhia já supera mais de 10 milhões de consultas realizadas e mais de 2 milhões de pacientes. Atualmente, é o prontuário de grandes projetos voltados à gestão de saúde. “Organizar dados de saúde exige cooperação de um mercado que ainda tem um grande grau de desintegração. O investimento series B minoritário e independente do Grupo Sabin é o começo de um projeto de união de diversos players do sistema de saúde para construir uma plataforma, e modelo de organização de dados onde todo o mercado será beneficiado, respeitando as regras dos Conselhos de classe e Lei Geral de Proteção de Dados”, destaca Lasse Koivisto, CEO da Prontmed.

A plataforma permite a geração de dados clínicos estruturados que podem ser utilizadas em estudos e na produção de consensos médicos; integrar o conhecimento de protocolos clínicos baseados em evidência em linha com a tendência da saúde baseada no valor. “São soluções práticas e inovadoras assim que nos permitem impactar positivamente na saúde dos nossos pacientes de norte a sul do país. Esta sinergia das empresas foi um dos fatores determinantes para esta aliança Sabin e ProntMed tem o foco na eficiência do atendimento em saúde”, destaca a Presidente Lídia Abdalla.

Parcerias que fomentam o sucesso na gestão de saúde

A presidente Lídia Abdalla destaca que a empresa tem inovação do DNA, o que provoca as apostas importantes em projetos e modelos de negócios robustos para dar excelência ao atendimento dos seus mais de 5 milhões de clientes. Por meio de novos modelos de negócios desenvolvidos por startups e health techs, o Grupo está investindo em projetos que possam reforçar os pilares de melhoria da experiência do cliente e eficiência operacional no contexto da transformação digital como digitalização, automação de testes e exames, com a utilização de algoritmos, inteligência artificial e machine learning”, completa.

Há mais de 35 anos no mercado, e de olho no futuro, o Grupo Sabin se reinventa ano a ano. Hoje um dos maios players nacionais do segmento, a empresa está há três anos investindo continuamente na participação de capital e incubação de health techs. A primeira startup a participar do programa de incubação foi a Pickcells, que tem um board científico com essência em pesquisas laboratoriais e foco de trabalho na automatização dos exames parasitológicos e ampliação do uso da técnica para o desenvolvimento de exames em outras áreas.

O Sabin também fez aporte de um milhão de dólares na Qure, venture capital e incubadora israelense, líder mundial em saúde digital, que pertence ao fundo de investimento israelense OurCrowd. A aceleração das startups da Qure permite o acesso a tecnologias disruptivas de centros de referência para novos modelos de negócio em medicina de precisão, inteligência artificial, diagnóstico remoto, segurança de dados e biologia molecular. A empresa também é uma das investidoras da Women Entrepreneurship (WE), projeto que inspira o empreendedorismo de startups lideradas por mulheres. O Sabin é uma das empresas investidoras no programa que está dedicada à vertical energia, IOT e saúde. “Integrar este ecossistema de inovação e fortalecer o empreendedorismo feminino está na essência do Grupo Sabin. Somos uma empresa reconhecida e premiada pelo modelo de gestão que engaja lideranças femininas e favorece a diversidade. Fazemos investimentos contínuos inovação e tecnologia, um dos pilares estratégicos dos nossos planos de expansão projetados para este e próximos anos. Estamos somando forças com as healthtechs para oferecer serviços e produtos de excelência aliados ao que há de mais avançado em tecnologia”, comenta.

Amparada por uma cultura de inovação, o Grupo Sabin também investe em pesquisa técnico-científica e incentiva o ecossistema de inovação da saúde. “O Sabin é uma empresa que busca soluções inovadoras em saúde, para facilitar e garantir comodidade e segurança aos clientes. Em 2016, nos destacamos em pesquisa técnico-científica integrada ao desenvolvimento de novos testes como exame de Dengue, Zika e Chikungunya em um único exame, e agora recentemente, nossa equipe de biologia molecular desenvolveu in house, metodologia para o teste RT PCR para detecção do Coronavírus”, afirma.

Presente de norte a sul do Brasil, a empresa leva diagnósticos seguros e precisos às mais de 296 unidades espalhadas pelo país. “Mais do que nunca a tecnologia se torna a principal aliada da medicina diagnóstica, o que foi e é imprescindível, principalmente neste momento em que as pessoas precisaram ficar em casa, mas não podem, de forma alguma, ‘abrir mão’ da manutenção da saúde. Estamos investindo em uma nova plataforma digital para integração de novos canais de relacionamento com cliente, que inclusive permitiu que tivéssemos escala para atendimento com rapidez e capilaridade às demandas por exames de detecção da Covid-19”, ressalta Abdalla.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.