Livro “Cuidados Compartilhados na Pandemia” será lançado no dia 7 de junho

O livro “Cuidados Compartilhados na Pandemia” (Hucitec Editora, 266 páginas), que traz as experiências voluntárias e solidárias de profissionais dedicados ao tratamento da mente humana durante a Covid-19, será lançado em Curitiba, no próximo dia 7 de junho. A sessão de autógrafos acontecerá a partir das 19h30, na Livraria da Vila, no Pátio Batel. A coletânea de relatos de atendimentos on-line feitos no Brasil na pandemia foi lançada também em São Paulo.

Liderados pela psicóloga Ana Luiza Novis, profissionais da área da saúde mental e voluntários do Time Humanidades, narraram de uma maneira singular as diferentes perspectivas que vivenciaram nos primeiros nove meses da pandemia, totalizando 4 mil atendimentos pontuais para cerca de 2,5 mil pessoas. Os relatos expostos no livro são de 64 profissionais.

Entre eles, estão Luiza Helena Rocha, psicóloga e com experiência área de Psicomotricidade Relacional, que escreveu o capítulo “Humanidade”; e a psicóloga  Márcia Maria Alves de Carvalho Stephan, responsável pelo relato  “Muito pouco, muito perto de nada é melhor que nada”.

O desejo de contribuir e propiciar uma escuta acolhedora para o ambiente que se formava foi ponto de partida para compor uma rede solidária. Os voluntários passaram a oferecer suporte psicológico através de um atendimento pontual on-line pelo WhatsApp para ajudar tanto os profissionais da saúde quanto a população em geral.

Indicado pela revista Galileu como obra literária que aborda a saúde mental, o livro é dedicado ao médico e idealizador do Grupo Humanidades na Saúde, Ricardo Cruz, ele próprio uma das mais de 600 mil vidas perdidas por causa da pandemia em nosso país. A partir do primeiro lançamento no Rio de Janeiro, a editora informou já foram vendidos 690 livros. Para os lançamentos de São Paulo e de Curitiba foram publicados mais 500 exemplares.

Para José Paulo Gagliardi Leite, diretor do IOC/Fiocruz e consultor da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Time Humanides se formou respondendo ao chamado de socorro diante de uma situação gravíssima, para minimizar as consequências da Covid-19 para a saúde mental. “Seus membros têm se dedicado tanto aos atendimentos de profissionais da própria área da saúde como às populações atingidas pela doença, buscando realizar um trabalho ímpar que tem servido a oferecer um maior fortalecimento psicossocial às pessoas acolhidas”, destacou.

As organizadoras do livro, Ana Luíza Novis, Danielle Grynszpan e Martha Scodro, têm a expectativa de que esse trabalho possa contribuir para os estudos clínicos na área da saúde mental. Os relatos foram realizados por profissionais de diferentes abordagens teóricas, o que concorreu para inovações técnicas diante dos desafios de uma sindemia: além da pandemia, vivemos situações adicionais que agravaram o quadro Covid – com questões socioeconômicas associadas ao problema sanitário.

Mesa redonda 

Como parte do lançamento do livro em Curitiba, às 16h30 de 7 de junho, será promovida uma mesa redonda sobre os cuidados compartilhados na pandemia. O encontro  contará com a presença de Ana Luiza Novis,  Danielle Grynszpan, Luiza Helena Rocha, Andressa Salles Engelmann  e Patricia Guillon Ribeiro.  O evento será realizado no Auditório Gregor Mendel (térreo do Bloco 3 – verde) da PUC/PR, no bairro Prado Velho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.