Ministro da Saúde conhece nova emergência do Hospital Moinhos de Vento

Foto: Karine Viana

Em passagem pelo Rio Grande do Sul na tarde da sexta-feira (2), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, visitou o Hospital Moinhos de Vento — um dos seis de excelência do Brasil, segundo o governo federal. Ele conheceu as instalações da nova emergência, em funcionamento desde o início do ano e cuja estrutura foi ampliada e reestruturada, com qualificação do fluxo de pacientes. A agenda também contou com uma apresentação sobre os projetos do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (Proadi-SUS), além de outras iniciativas de pesquisa do hospital, bem como a expansão e o posicionamento no mercado de saúde, sempre com foco na excelência dos serviços prestados à população.

Queiroga elogiou as instalações da nova emergência. “É uma estrutura qualificada, chancelada pelos mais altos padrões de certificação hospitalar”, reforçou. O superintendente médico, Luiz Antonio Nasi, apresentou o espaço ao lado da equipe da Emergência. O serviço passou a trabalhar com um conceito de avaliação rápida: ao chegar ao hospital, o paciente já tem a mensuração dos sete principais sinais vitais na avaliação de risco global. “No local, além do Centro de Atendimento de AVC, agora funcionam unidades cardiológica e de traumatologia, além de uma sala de atendimento de paciente grave e uma UTI com oito leitos para internação de pacientes instáveis”, explicou Nasi à comitiva.

Na visita, o ministro enalteceu a trajetória e os resultados da instituição, destacando sua participação no Proadi-SUS. “Através deste programa, nós desenvolvemos políticas públicas importantes para o aprimoramento do Sistema Único de Saúde. O hospital possui uma equipe técnica altamente qualificada e tem uma assistência de elevado padrão. Nosso objetivo é transformar todas as instituições hospitalares do país em Hospital Moinhos de Vento”, sentenciou.

Recursos para o atendimento à comunidade

Para o presidente do Conselho de Administração do hospital, Eduardo Bier Correa, o direcionamento de recursos para projetos de qualificação do SUS traz excelência para a saúde. “Isso contribui de forma mais efetiva para a comunidade, gerando saúde para aqueles que mais precisam”, disse.

O superintendente de Responsabilidade Social, Luis Eduardo Mariath, comemorou o reconhecimento do trabalho de pesquisa desenvolvido pelo hospital. “Ficamos contentes com a reafirmação do ministro sobre a relevância do Proadi-SUS como um programa que ajuda a alavancar a saúde pública do Brasil. Ele tinha nossos números de investimentos na ponta da língua, o que mostra o conhecimento e o valor do nosso trabalho. Afinal, foram mais de R$ 630 milhões para o desenvolvimento do nosso país”, pontuou.

Também participaram da visita os outros superintendentes do hospital e chefes dos serviços médicos. O ministro estava acompanhado do secretário de Atenção Primária do Ministério da Saúde, Raphael Câmara, do senador Luis Carlos Heinze e do deputado federal Pedro Westphalen, além de lideranças técnicas da pasta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.