Opty incorpora médicos do corpo clínico como sócios em programa pioneiro no segmento oftalmológico

O Partnership Program, programa de relacionamento médico do Grupo Opty, anuncia os primeiros médicos associados do seu corpo clínico. Com a iniciativa, baseada na gestão de indicadores de qualidade, assistência e produção, com foco na satisfação do cliente e a partir da performance anual, os oftalmologistas de todas as unidades do grupo podem receber a proposta para se tornarem sócios da Opty.

Nesse primeiro ciclo, foram anunciados 10 médicos-sócios. São eles: Evandro Luís Rosa, Luciana Amizo Ferreira, Tamara Lopes de Oliveira, Bernardo de Oliveira Almeida, Eduardo Ferrari Marback, Vinicius Ferreira Kniggendorf, Marcelo Nogueira Taveira, Patricia Moitinho Ferreira, Ana Claudia Moura Fiuza e Rodrigo Carvalho Monteiro. Todos adquiriram ações do Grupo Opty e agora fazem parte do quadro associativo da companhia, atualmente o maior grupo de oftalmologia da América Latina, agregando 21 empresas oftalmológicas, e mais de 2100 colaboradores e 750 médicos oftalmologistas.

“Dizem que o olho do dono é que faz o negócio prosperar. Aqui na Opty colocamos isso em prática para multiplicar nosso sucesso, ao convidar os médicos melhor avaliados a se tornarem sócios do grupo, algo inédito no nosso segmento de oftalmologia no país. As melhorias que podemos juntos implementar beneficiam ambos os lados e se refletem, diretamente, também no paciente”, comenta Amaury Guerrero, CEO da Opty. “Nossa perspectiva é que, em cerca de cinco anos, tenhamos atraído 30% do nosso corpo clínico nessa iniciativa, englobando 10% de participação do nosso capital”, estima.

Além do Partnership, o grupo oferece residência médica e o programa Fellows em diferentes unidades. Paralelamente, a plataforma digital Opty Academy auxilia na formação de médicos e possibilita o intercâmbio de informações entre o corpo clínico de diferentes localidades e o desenvolvimento de novas tecnologias na área de oftalmologia.

Como funciona – A partir de 2019 foi desenhado todo o regulamento para funcionamento do Partnership Program, que foi oficialmente apresentado ao corpo clínico de todas as unidades da companhia a partir de janeiro de 2020, quando se iniciou o período de avaliação dos candidatos. São elegíveis à participação médicos avaliados durante todo o ciclo de um ano, exceto residentes, participantes de programas de fellowship, médicos externos parceiros e sócios atuais.

Com essa iniciativa, o Grupo Opty busca sinergia estratégica e gestão compartilhada com seus médicos. “Trata-se de um modelo de sucesso no exterior e que aqui no Brasil apresenta algumas poucas experiências, nenhuma delas em oftalmologia”, conta Luiz Felinto Cruz, diretor de planejamento estratégico da Opty. “Combinaremos, em maior escala do que já temos experimentado, recursos e conhecimento, gestão profissional e experiência de quem está na linha de frente de atendimento”, afirma.

“Nosso modelo de avaliação está baseado em três pilares: meritocracia, transparência e longo prazo, um incentivo à parceria para a retenção e sucessão de talentos”, diz o Dr. Jonathan Lake, diretor médico da Opty. Para essa análise, são utilizados critérios diversos e complementares, que envolvem não somente a capacidade produtiva do profissional, como também a qualidade do seu atendimento, com base em pesquisas diretamente aos pacientes, participação na formação de novos médicos por meio da Opty Academy, produção científica e controle da agenda médica, entre outros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.