PAM Hospitais prevê colaboração em situações de emergência

557

Na quarta-feira (11), no Salão de Atos do Parque Barigui, em Curitiba (PR), foi lançado o Plano de Auxílio Mútuo em Hospitais, voltado para hospitais públicos e privados. O plano prevê colaboração rápida e eficaz para minimizar os impactos de uma situação emergencial, como um incêndio ou problemas causados por eventos climáticos, que extrapolem a capacidade de atendimento local.

A iniciativa teve a adesão inicial de 26 hospitais da cidade, entre eles, o Hospital São Vicente Curitiba, idealizador do projeto. O protocolo de intenções do PAM Hospitais foi assinado pelo secretário municipal de Defesa Social e Trânsito, Guilherme Rangel, e pelo coordenador da Defesa Civil de Curitiba, Nelson de Lima Ribeiro.

Para Charles London, Diretor Presidente do Hospital São Vicente, a instituição está preocupada com a sociedade como um todo. “Queremos agradecer a participação de todos e reforçar nossa disponibilidade de melhorar a vida da população de Curitiba, não só na área da saúde, mas em ações de sustentabilidade, solidariedade e educação. Envolvemos as pessoas certas neste projeto que servirá de modelo para outras cidades e Estados”.

Márcia Schneider Blanski, Diretora Administrativa do Hospital São Vicente, lembrou a situação da chuva de granizo que atingiu alguns hospitais da cidade este ano. “Foi um alerta para que todas as instituições tivessem um plano de emergência ‘extra muros’. E se precisarmos tirar os pacientes do hospital? Com o apoio da Defesa Civil este projeto trará mais segurança para todos os cidadãos curitibanos”.

O secretário municipal de Defesa Social e Trânsito, Guilherme Rangel, afirmou que a iniciativa é de vanguarda, assim como Curitiba tem sido reconhecida em outras áreas. “Nosso trabalho será de treinamento e integração, estando preparados para preservar vidas. Ainda mais em uma possível situação em que a pessoa já esteja hospitalizada e possa passar por uma adversidade mais complexa”.