Projeto de cooperação técnica da AACD já contribuiu com mais de 200 mil atendimentos

Em apenas três anos de existência o projeto de cooperação técnica da AACD, que leva o padrão de excelência e a expertise da instituição a diversas partes do Brasil, já beneficiou milhares de pessoas pelo país. São mais de 200 mil atendimentos realizados a pessoas com deficiência física nas quatro instituições parceiras – Centro de Reabilitação da Santa Casa de Jequié (BA), Instituto Baiano de Reabilitação, de Salvador (BA), Associação de Reabilitação da Criança Deficiente (ARCD), de São José do Rio Preto (SP) e Associação dos Deficientes Físicos de Poços de Caldas – ADEFIP (MG). Novas parcerias estão previstas para serem firmadas em 2022.

“Estamos muito orgulhosos desse projeto bem-sucedido. A nossa missão é levar atendimento de qualidade a quem mais precisa e sabemos que hoje, no Brasil, ainda há muitas pessoas com deficiência física que precisam de uma reabilitação adequada para ter uma vida plena. Por isso, a expansão desse projeto, com o fechamento de novas parcerias”, afirma a superintendente de práticas assistenciais da AACD, dra. Alice Rosa Ramos. 

Os pacientes atendidos nas entidades parceiras da AACD são de diversas idades (bebês, crianças, jovens e idosos) e com as mais variadas patologias, como paralisia cerebral, lesão encefálica adquirida, lesão medular e amputação.

A AACD atua com treinamento à equipe parceira, que é realizado constantemente tanto de forma presencial como online. Essa capacitação inclui tanto o conhecimento em reabilitação física quanto os preceitos do atendimento humanizado. Além disso, há acompanhamento periódico com auditorias e visitas para supervisão.

Desde o início do projeto já foram realizadas cerca de 200 horas de capacitação presencial na AACD Ibirapuera, em São Paulo, 140 horas de capacitação online e 26 horas de discussão de casos. São quase 100 profissionais das mais diversas áreas clínicas treinados e capacitados para atender pacientes com o padrão AACD de qualidade.

“Poder contar com a cooperação técnica da AACD é nossa maior motivação, pois o padrão técnico do atendimento que os pacientes recebem mantém o diferencial da reabilitação devolvendo a humanização a tantas vidas e famílias atendidas”, diz a diretora voluntária de relacionamentos da ARCD, Adriane Albuquerque Cirelli.

“O termo de cooperação com a AACD, somado à trajetória de competência, dedicação e profissionalismo de todo o time AACD, possibilita muitos ganhos para os pacientes na Bahia”, declara a gestora do Núcleo de Desenvolvimento Estratégico, Assistencial e Inovação da Fundação José Silveira (FJS), Leila Brito. O Centro de Reabilitação da Santa Casa de Jequié e o Instituto Baiano de Reabilitação integram a FJS.

“Nosso lema é que juntos somos mais. Com a cooperação técnica temos ainda mais oportunidades de ampliar conhecimentos, algo que a ADEFIP busca sempre e oferece para seus colaboradores, pois acreditamos e lutamos por uma formação continuada”, destaca Ana Paula Tranche, presidente da ADEFIP.

Todas as instituições parceiras contam com o selo de cooperação técnica, o que permite aos pacientes terem a certeza de que estão sendo atendidos com o padrão de excelência e qualidade da AACD.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.