Resistência de bactérias é tema de debate

A resistência bacteriana é um desafio diário para pesquisadores, médicos e unidades de saúde. Ela costuma surgir com o uso excessivo de antibióticos, em virtude de mutações que lhes conferem essa proteção. Exemplo disso, aconteceu durante a pandemia do novo Coronavírus, quando o uso de antibióticos apresentou crescimento considerável, por conta das internações em UTIs. Essa situação é um dos fatores que contribui para a disseminação das bactérias resistentes, intensificando um problema de alto impacto na saúde pública.

Para debater o assunto, a UNINASSAU Digital promove palestra on-line, no dia 9 de maio, às 19h. A atividade é ministrada pelo biólogo e mestre em Medicina Tropical, Jorge Belém.

Segundo os dados analisados pelo Laboratório de Pesquisa em Infecção Hospitalar do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), o ano de 2021 apresentou um número três vezes maior de bactérias resistentes a antibióticos. A comparação foi feita com 2019, último ano antes de ter início a pandemia de Covid-19.

“É de suma importância que a população entenda que o uso incorreto de antibióticos pode acarretar fatalidades. Para que os medicamentos continuem apresentando a eficácia necessária, devem ser utilizados com critério, seguindo a receita, quantidade e horários de forma adequada. Na palestra, vamos debater quais os principais desafios e como está o cenário atual”, afirmou a coordenadora do curso de Biomedicina da UNINASSAU Digital, Juliana Gonçales.

O evento dispõe de 500 vagas e as inscrições podem ser feitas no site de extensão da UNINASSAU. O link de acesso será enviado aos participantes por e-mail.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.