Rio de Janeiro ganha centro premium de nefrologia e diálise

98

Em funcionamento no Centro de Especialidades do Hospital São Lucas Copacabana, no Shopping da Gávea, na zona sul do Rio de Janeiro (RJ), o novo Centro de Nefrologia e Diálise é a primeira unidade de cuidado premium de todo o estado. Uma parceria com a Fresenius Medical Care implantou a terapia chamada de hemodiafiltração (HighVolumeHDF®), a modalidade de tratamento dialítico que mais se aproxima da função natural dos rins porque remove do sangue mais toxinas e de maior tamanho molecular, que contribuem para a progressão de doenças cardíacas e infecções, principais causas de óbito nos pacientes renais crônicos.

O nefrologista e coordenador do Centro de Nefrologia e Diálise, dr. Pedro Tulio Rocha, explica que os diferenciais do novo espaço são tecnologia de ponta com a hemodiafiltração – a unidade é o único centro, no Rio de Janeiro, a oferecer essa terapia amplamente para todos os pacientes -, uma estrutura com o melhor maquinário de diálise e equipe médica nefrológica exclusiva, com oito médicos vinculados ao hospital, o que soma ao serviço a conveniência de ter como suporte uma unidade hospitalar de alta complexidade.

“Os grandes benefícios dessa nova terapêutica são proporcionar uma vida mais leve para o doente renal crônico; possibilitar a melhor remoção de toxinas nocivas ao organismo que não são removidas de forma completa pelos tratamentos convencionais e reduzir os episódios de mal-estar durante e após o tratamento”, enfatiza o dr. Tulio.

De acordo com o National Institute for Health and Care Excellence (NICE), renomado instituto inglês, a hemodiafiltração é indicada como a primeira opção de diálise para os casos de pacientes que realizam seus tratamentos em clínicas.

“Na Europa, cerca de 20% dos pacientes em diálise já contam com a hemodiafiltração, reconhecida como a modalidade de tratamento mais eficaz e que mais se aproxima da função natural do rim. Em Portugal, por exemplo, 60% de todos os pacientes em diálise realizam essa modalidade de terapia”, explica Ana Beatriz Barra, diretora médica da Fresenius Medical Care.

O novo espaço conta com 20 pontos de tratamento em ambiente acolhedor e seguro, hotelaria de alto padrão e, principalmente, cuidado individualizado e humanizado com localização de fácil acesso. A responsável técnica é a médica nefrologista Elizabeth Maccariello.

Saiba mais como funciona a hemodiafiltração

Menos conhecida do que a hemodiálise, essa técnica oferece maior bem-estar para os pacientes com doença renal crônica. É o mais moderno método para filtrar o sangue de pessoas com doença renal crônica em hemodiálise. A hemodiálise convencional consiste em levar o sangue do paciente até uma máquina, onde ele é filtrado. É um equipamento que visa substituir o trabalho dos rins. No tratamento convencional, o filtro (dialisador) tende a captar somente as toxinas de menor porte; já as maiores não são bem removidas. A hemodiafiltração, por sua vez, ocorre em uma máquina capaz de tirar até essas impurezas maiores da circulação sanguínea.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

1 × 5 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.