São Leopoldo Mandic capacita mais de 30 mil profissionais de saúde com Projeto ImunizaSUS

Por meio do Projeto ImunizaSUS, a parceria entre o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS), Ministério da Saúde e a Faculdade São Leopoldo Mandic capacitou mais de 30 mil profissionais de saúde em 2021. O dado foi divulgado durante a 36ª edição do Congresso CONASEMS, evento realizado entre os dias 12 e 15 de julho de 2022, que reuniu mais de 6 mil gestores e trabalhadores do Sistema Único de Saúde (SUS) em Campo Grande (MT).

Promovido gratuitamente e no formato virtual, o ImunizaSUS foi desenvolvido com o objetivo de aprimorar o conhecimento dos profissionais responsáveis pelo atendimento em ações de imunização em todo o país, sendo composto por dois diferentes cursos de qualificação: “Aperfeiçoamento no fortalecimento das ações de imunização nos territórios municipais” e “Extensão no fortalecimento das ações de imunização nos territórios municipais”.

O primeiro possuía a carga horária de 180 horas e era destinado a profissionais e técnicos na área da saúde. Já o segundo, era voltado para os trabalhadores (as) e profissionais de saúde de nível superior ou técnico, bem como alunos (as) de cursos superiores/técnicos na área da saúde. O curso teve uma carga horária de 80 horas.

Ambas as capacitações contaram com a participação de mais de 1.200 tutores (enfermeiros), que juntamente com a atividade de tutorar os alunos, tiveram a oportunidade de realizar um curso de especialização em mediação de processos digitais, com carga horária de 360 horas.

O diretor de pós-graduação e pesquisa da São Leopoldo Mandic, Dr. Marcelo Henrique Napimoga, foi um dos responsáveis pela coordenação do projeto e destacou o papel do ImunizaSUS na transmissão de novos conhecimentos sobre a importância da cobertura vacinal e das ações de imunização no Brasil. “A partir de uma metodologia ativa de ensino, além de toda a informação que foi transmitida, possibilitamos que os alunos aplicassem na prática os conhecimentos adquiridos nas aulas teóricas. Foram criados cerca de 400 projetos de intervenção, todos com procedimentos seguros e duradouros para as ações de imunização nos municípios”, explica.

O profissional esteve presente durante os quatro dias de atividades do 36° Congresso CONASEMS e celebrou a marca de 30 mil certificados emitidos pelo ImunizaSUS, divulgada no evento. “Ficamos muito felizes em contribuir com a qualificação de tantos profissionais de saúde e em reforçar, junto à população brasileira, a importância da vacinação para as diferentes doenças imunopreveníveis”, afirma Napimoga.

Entre as atrações do Congresso, destaque para as mesas organizadas para a discussão de temas importantes para a gestão municipal do SUS, como: Fortalecimento da Atenção Básica, SUS e a pandemia da Covid-19, Financiamento e Gestão, além de atividades paralelas sobre regionalização, assistência farmacêutica, saúde mental, judicialização e emendas parlamentares.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.