Self storage é solução para armazenamento seguro de laudos e prontuários de pacientes

1004

O armazenamento de laudos, prontuários de pacientes e documentos ainda é uma questão para clínicas e, principalmente, médicos autônomos. Vinte anos é o tempo mínimo que a Resolução nº 1.821 do Conselho Federal de Medicina estipula para a preservação dos prontuários dos pacientes em papel que não foram arquivados eletronicamente. Os laudos médicos devem ser armazenados por cinco anos, de acordo com o Regulamento Técnico para funcionamento de Laboratórios Clínicos, emitido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), em 2005, na Resolução RDC/ANVISA n.º 302.

No dia a dia, falta espaço e sobra dificuldade para se encontrar em meio a tantos papéis espremidos em um arquivo no canto do consultório. Buscando uma saída para o problema, o Centro de Tratamento Tumores Botafogo (CTTB), no Rio de Janeiro (RJ), adotou o self storage, solução em que uma empresa oferece espaços seguros para pessoas físicas e outras empresas guardarem o que precisam.

A assistente administrativa do CTTB, Marilene Oliveira, explica que a empresa teve uma sala desativada este ano e precisou recorrer à solução. A Guarde Perto, de Botafogo, foi a escolha. “Além da praticidade, a solução nos ajuda muito pela proximidade com o escritório”, afirma.

Para o cirurgião vascular Paulo César de Araújo Leno, que já utiliza os boxes da Guarde Perto para armazenar itens pessoais há dois anos, a solução é ideal para médicos com uma média de 30 anos de profissão. “Esse perfil de médico costuma ter um acúmulo enorme de fichas e dados dos pacientes, como exames, radiografias, lâminas (especialmente no caso de Ginecologia) etc. Este volume de material, para um consultório pequeno, é bem complicado”, fala o médico.

Benefícios

Além de videomonitoramento 24 horas e seguro dos produtos guardados, o acesso a Guarde Perto é feito através de leitura biométrica, o que amplia a segurança do local. Outro diferencial é o espaço de coworking, equipado com estrutura de escritório: sala para reuniões, acesso à internet, telefone, fotocópia, banheiro e cozinha, possibilitando apresentações e fechamento de negócios ou treinamento de equipes.

Os boxes disponíveis na Guarde Perto têm entre 1 m² e 15 m². O valor do aluguel é a partir de R$ 99,90 mensal (período mínimo), variando conforme tamanho e localização. A locação também pode ser trimestral, semestral e anual.

Atuando há quatro anos no Rio de Janeiro, a empresa tem cinco unidades em funcionamento: Botafogo, São Cristóvão, Centro e duas na Barra da Tijuca. Para 2018, a Guarde Perto pretende abrir duas novas filiais e já estuda sua expansão para São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.