Semana de Aleitamento Materno: Hospital Universitário de Jundiaí encerra semana com encontro com doadoras

O Hospital Universitário de Jundiaí (SP), por meio da comissão de humanização, eventos e voluntariado realizou a Semana Mundial de Aleitamento Materno (SMAM), com o objetivo de conscientizar sobre a importância do aleitamento materno para a saúde das mulheres e das crianças.

Várias ações para marcar a semana e o Agosto Dourado foram realizadas na instituição. O evento começou na segunda-feira (1) com um encontro de gestantes especial, onde nove futuras mamães puderam tirar dúvidas, aprender sobre amamentação e conhecer a maternidade da instituição. No final do encontro foi servido um delicioso café da tarde.

Para os profissionais do HU, foi realizada uma gincana para fortalecer os 10 passos da amamentação que é seguido pelo hospital que tem o selo de Hospital Amigo da Criança. Uma roda de conversa também ocorreu na EMEB Antônio Brunholi Netto com o tema ‘Aleitamento na prática’ com a participação do Banco de Leite Humano de Jundiaí.

O ponto alto foi o encerramento da semana que ocorreu nesta sexta-feira (5), onde a comissão organizou um café da manhã com o apoio de parceiros como: Buffet Marsmallow, Floricultura Ype, SisBalloons, Churrascaria Sela de Prata, Bela Lilás Confeitaria, Mundo em Retalhos, Bueno Pane, Sítio Sassafaz, ONG Velejando com Deus, Besins Healthcare Brasil Comercial e Distribuidora De Medicamentos Ltda, Donna Issaf  Salgaderia e Lanchonete, Gestantes Lovers, Pastoral Nossa Senhora da Luz e Dona Maria.

Ao todo, sete doadoras participaram deste momento tão emocionante no BLH. “É um momento extremamente importante esse contato com as doadoras, onde elas puderam conhecer o Banco de Leite Humano e o que acontece com o leite que elas doam. É uma homenagem, um gesto de carinho para elas que fazem tanto, que se disponibilizam não só em amamentar seus filhos, mas também doarem seus leites excedentes para outros bebes”, comentou a coordenadora do BLH, Marcela Bionti.

Para Talita Isidoro Monteiro, 35 anos, o café da manhã proporcionou a troca de informações entre as mamães. “A gente conseguiu compartilhar as histórias e conhecer o Banco de leite, e isso me deixou muito feliz! Decidi ser doadora após uma amiga ter um prematuro e precisar de doações. Vi o quanto é importante e precioso o leite. Liguei e na semana seguinte já estava doando. É fazer o bem para um recém-nascido que precisa”.

De acordo com Marilene Rodrigues, 60 anos, voluntária desde 2013 no HU, é muito gratificante poder participar de uma ação como esta. “Eu sempre fui voluntária dentro do HU. Não conhecia o Banco de leite. Estou encantada com o trabalho desenvolvido”.

As mães receberam brindes, participaram de sorteios e receberam um certificado de doadoras.

Banco de Leite Humano

Em meio ao mês do aleitamento materno, o Banco de leite Humano pede ajuda para aumentar a doação de leite. Hoje, a instituição trabalha com 60% de seu estoque e tem que atender três hospitais que demandam um aumento na quantidade a cada mês.

Para manter a demanda, o Banco de Leite precisa de doadoras. Para doar, basta ser saudável e não estar fazendo uso de nenhum medicamento que interfira na qualidade do leite materno. A equipe do Banco de Leite retira o leite na casa da doadora, desde que resida em Jundiaí, Itupeva, Cabreúva, Itatiba, Louveira, Várzea Paulista e Campo Limpo Paulista.

As interessadas podem entrar em contato com o Banco de Leite, será feito uma breve entrevista e, estando apta para ser doadora, a equipe do BLH vai até a residência e ensina como fazer a ordenha e armazenamento. O telefone do Banco de Leite é 08000 178 155.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.