Tecnologia à beira do leito amplia segurança dos pacientes da Santa Casa de Porto Alegre

Funcionando em projeto piloto desde agosto de 2020, a partir de agora a bipagem beira-leito passa a ser utilizada regularmente no Centro de Transplante de Medula Óssea do Hospital Dom Vicente Scherer da Santa Casa de Porto Alegre (RS). Com infraestrutura disponibilizada e implementada pela equipe de TI da Santa Casa e aquisição de equipamentos móveis de ponta e softwares em parceria com a Philips, com um investimento em torno de R$ 1 milhão, o módulo opera a partir de código de barras.

Para o diretor médico e de ensino e pesquisa da Santa Casa, Antônio Kalil, “um dos grandes diferenciais é a maior garantia de que a ação realizada é para o paciente correto, uma vez que ele está com uma etiqueta com código de barras no pulso e há o registro imediato das ações, sem necessidade de anotar em papel para depois transcrever o registro no computador”. E ainda ressalta que “caso tenha bipado um item diferente do que está prescrito para o paciente naquele horário, o palmtop emite um alerta, e através de relatórios é possível monitorar os itens checados, não checados, medição de sinais vitais, evoluções do paciente, anotações de enfermagem, entre outros indicadores”.

Inicialmente, o novo módulo entra em funcionamento pleno no Centro de Transplante de Medula Óssea do Hospital Dom Vicente Scherer da Santa Casa, uma área especialmente crítica da assistência, e depois se expande para todas as unidades hospitalares da instituição. Segundo Rute Somensi, gerente corporativa de enfermagem, “este é um avanço muito significativo para todo o processo assistencial, uma vez que o novo sistema aumenta em muito a segurança dos pacientes, na medida em que faz checagens cruzadas com a farmácia clínica e com outros sistemas de monitoramento, como o robô Laura, que demonstra a deterioração clínica dos pacientes”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.