Unimed Chapecó capacita colaboradores para emergências cardio neurológicas

As atividades práticas foram realizadas com manequins de alta performance, desfibriladores e demais equipamentos necessários para atendimento às emergências

Acidente Vascular Cerebral (AVC) isquêmico, identificação de arritmias letais, bradicardias (alterações cardiológicas agudas) e emergências respiratórias foram as principais temáticas abordadas, no último fim de semana, durante o treinamento ACLS (Advanced Cardiovascular Life Support – Suporte de Vida Avançado em Cardiologia), na Unimed Chapecó. A capacitação faz parte do Planejamento Anual de Treinamento e Desenvolvimento promovido pela Educação Continuada, com apoio das coordenações de áreas da Cooperativa Médica e teve como instrutores os profissionais da Escola de Medicina da PUCPR: Rodrigo Gomes Dissenha, Matheus Grabin Kovalski, Mariana Sanches Malagutti e Guilherme Cecchetti.

De acordo com a médica intensivista e coordenadora da UTI Unimed Chapecó, Dra. Laísa Bonzanini, esse treinamento é preconizado pela Associação Americana do Coração e realizado mundialmente para médicos que atuam com urgências e emergências e trabalham na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), ambulância e Pronto Atendimento. “Esses profissionais devem fazer esse treinamento a cada dois anos, quando as diretrizes são atualizadas para reanimação cardíaca, AVC isquêmico e arritmias”, destacou ao reforçar que esse é o terceiro treinamento promovido pela cooperativa médica.

A médica intensivista reforça que as constantes capacitações proporcionam diagnóstico rápido e atendimento ágil, o que melhoram as chances de o paciente sobreviver em caso de algumas dessas intercorrências. “Esse é um curso importantíssimo e bastante abrangente para capacitar os médicos plantonistas, hospitalistas e enfermeiros que atuam no Pronto Atendimento, na UTI Geral, no SOS Unimed e das unidades de internação do Hospital Unimed Chapecó”, enalteceu.

Os colaboradores da cooperativa médica receberam conhecimentos teóricos e participaram de atividades práticas realizadas com manequins de alta performance, desfibriladores e demais equipamentos necessários para atendimento às emergências. “Treinamos manobras de massagem cardíaca, intubação orotraqueal, aplicação do procedimento de desfibrilação, cardioversão (procedimento para converter a arritmia em ritmo cardíaco normal, através de aplicação de choques), uso das medicações utilizadas nesses eventos, ou seja, é uma abordagem prática completa que simula um cenário real”, ressaltou.

Por fim, Dra. Laísa destacou que a Unimed Chapecó possui Protocolos Institucionais para atendimento do AVC, Dor torácica e/ou Infarto agudo do miocárdio, os quais são aplicados em todas as áreas do hospital, envolvendo uma série de profissionais que prezam pela assistência segura e de qualidade ao cliente. “Todos funcionam com muita agilidade, o que permite reconhecimento e tratamento imediatos. Nossos indicadores nesses protocolos estão dentro do esperado em nível internacional”, expôs.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.