Outubro Rosa: autoestima e bem-estar também fazem parte do tratamento para câncer de mama

A chegada do mês de outubro traz consigo o destaque para o câncer de mama, a importância do autoexame e dos tratamentos preventivos. Em 2020, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), foram registrados 66.280 mil novos casos de câncer de mama no Brasil, correspondendo a quase 30% das incidências de câncer em mulheres brasileiras. Para as mulheres que já são pacientes oncológicas, uma rede de apoio tanto informacional quanto emocional é imprescindível.

Fundado por Flavia Flores em 2015, o Instituto Quimioterapia e Beleza (IQeB) tem um papel fundamental no acolhimento de milhares de mulheres em tratamento. Desde o auxílio na recuperação da autoestima à divulgação de informações de saúde, o Instituto oferece uma rede de apoio que incentiva pacientes a alcançarem seus objetivos e passarem pelo tratamento de forma mais leve. Além disso, o IQeB mantém o maior banco de lenços do Brasil, e as ações de doação já entregaram mais de 30 mil lenços para pacientes de todo o país.

Essa assistência mostrou-se ainda mais importante durante a pandemia, que tornou os diagnósticos e tratamentos oncológicos mais morosos e penosos para os pacientes. Segundo a Sociedade Brasileira de Patologia, 50 mil brasileiros, ao menos, deixaram de ser diagnosticados com câncer desde o início da pandemia, e 70% das cirurgias de câncer foram adiadas entre março e maio do ano passado, de acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica.

Manual dos direitos do paciente oncológico

O IQeB também oferece suporte psicológico e jurídico, e vai lançar este mês o “Manual de Orientações dos Direitos do Paciente Oncológico”, contendo informações e leis que protegem os pacientes. O principal objetivo é esclarecer as dúvidas mais frequentes relacionadas aos direitos destes pacientes que já passam por momentos tão difíceis com o diagnóstico e o tratamento e, muitas vezes, desconhecem as leis que os defendem. O material será distribuído gratuitamente em hospitais e também terá versão digital. A iniciativa faz parte do trabalho de Marília Biscuola, servidora do Ministério Público, paciente oncológica e colaboradora voluntária de assuntos jurídicos do Instituto Quimioterapia e Beleza.

Os pontos de arrecadação de lenços estão em todo o Brasil e podem ser conferidos no site do IQeB, e as doações também podem ser feitas digitalmente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.