Uninter alcança sete mil alunos nos cursos gratuitos para auxiliar no combate a pandemia

44

Mais de sete mil pessoas estão inscritas nos quatro cursos de extensão na área da saúde oferecidos gratuitamente pelo Centro Universitário Internacional Uninter. As aulas foram elaboradas pensando em todos os profissionais que não podem aderir ao isolamento social e estão diariamente arriscando suas vidas, na linha de frente do combate ao novo coronavírus.

“Acreditamos mais do que nunca que ter uma população esclarecida é um fator de auxílio na redução dos impactos causados pela pandemia, que já registra mais de 60 mil mortes só aqui no Brasil”, afirma Rodrigo Berté, diretor da Escola de Saúde, Meio Ambiente e Humanidades do Centro Universitário Internacional Uninter.

O diretor defende que facilitar o acesso a conteúdos sobre como criar mecanismos de prevenção, podem auxiliar, a longo prazo, no achatamento da curva da Covid-19.

Cada curso tem carga horária de 60 horas, é gratuito e dá direito a certificado. As inscrições podem ser realizadas pelo link: www.uninter.com/extensao/gratuitos

Confira a relação de cursos e o que cada um aborda:

– “Boas práticas em domicílio: Prevenção e convivência com o Coronavírus e outros microrganismos” – Os participantes conhecerão quais as medidas e as ações que as pessoas devem realizar em suas casas para evitar a contaminação e disseminação do vírus e outros microrganismos.

– “Boas Práticas na manipulação de alimentos” – Aborda diferentes itens exigidos pela legislação atual para os serviços de alimentação e auxilia os profissionais na elaboração ou atualização do seu Manual de Boas Práticas de Manipulação de alimentos, manual este, exigido pela Vigilância Sanitária.

– “Emergências Respiratórias: Ventilação Artificial” – Tem como foco atualizar acadêmicos e profissionais da área da saúde (fisioterapeutas, médicos e enfermeiros) dos conhecimentos necessários ao manejo do paciente em situação de emergência das vias aéreas.

– “Boas Práticas Farmacêuticas frente a Pandemia do Coronavírus” – tem como objetivo demonstrar aos farmacêuticos, práticas que podem ser adotadas para minimizar o risco de transmissão do coronavírus e também repassar orientações sobre a doença.

Produção e doação de álcool

Além de disponibilizar os cursos para a sociedade, os professores da Escola Superior de Saúde, Biociência, Meio Ambiente e Humanidades da instituição se reuniram em abril, para produzir álcool 70% no laboratório de microbiologia. Foram preparados frascos exclusivos para doação. Também já foram doadas máscaras para funcionários da Secretaria da Saúde e para a Guarda Municipal.