“Dados do Bem” inicia expansão pelo Brasil

135

A iniciativa de monitoramento epidemiológico, “Dados do Bem”, chega à primeira cidade fora do estado do Rio de Janeiro. O aplicativo já está disponível para os moradores de Juiz de Fora (MG). Liderado pelo Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (IDOR) e pela Zoox Smart Data, o projeto sem fins lucrativos foi criado por médicos, cientistas e engenheiros de dados, e combina inteligência epidemiológica e big data. Os resultados obtidos permitem a criação de mapas de distribuição da Covid-19, identificação de concentração de transmissão e a análise da evolução da imunidade na população. A expansão faz parte da estratégia do projeto que já está em operação no Rio de Janeiro, Campos dos Goytacazes, Niterói, Duque de Caxias, Macaé e Nova Iguaçu e continua aberto para parceiros que queiram abraçar a iniciativa em outros Estados.

O ponto de partida do “Dados do Bem” é um aplicativo gratuito disponível para Android e iOS. Nele, o usuário preenche um cadastro e responde a um simples questionário de autoavaliação, com perguntas sobre sintomas associados à Covid-19 e histórico de saúde. A partir dos dados fornecidos pelo usuário, a plataforma indica a possibilidade de ele estar infectado pelo novo coronavírus. Não se trata de um diagnóstico, mas de uma avaliação de sinais clínicos e epidemiológicos. Uma amostragem das pessoas cujas respostas ao questionário apontarem para uma alta probabilidade de Covid-19 poderá ser chamada para a realização de testes imunosorológicos.

De abril até junho, “Dados do Bem” teve um crescimento de 69,46% no número de downloads do aplicativo. No mesmo período, o preenchimento das autoavaliações aumentou 52% e quando o foco são as pessoas que realizaram o teste imunosorológico, em dois meses esse número cresceu 113%. De 28 de abril a 28 de maio, 12.374 pessoas fizeram o exame. Já no período entre 28 de maio e 28 de junho, 26.376 indivíduos foram testados.

Desenvolvido em apenas 20 dias por uma equipe multidisciplinar, o aplicativo foi lançado em abril e, desde então, já conta com mais 428.219 mil downloads e 308.953 autoavaliações. De todas que preencheram o questionário, 48.963 foram testadas até a data de corte deste material, quarta-feira, dia 1/07, e, dessas, 14% (6.830) receberam o resultado positivo para o coronavírus. Essas informações já estão disponíveis em tempo real no próprio aplicativo.

Desde o início da operação no Rio de Janeiro, no dia 28 de abril, os testes vinham sendo realizados em uma tenda modelo localizada na Barra da Tijuca e, à medida em que o projeto foi sendo ampliado através de parcerias com outras cidades e municípios, novos pontos de testagem foram implementados, como os três endereços disponíveis em Niterói no modelo de drive thru e locais em Campos, Macaé, Duque de Caxias,  Nova Iguaçu e Juiz de Fora a partir do dia 7/07. Depois de dois meses de operação e 24.981 testes realizados, a tenda da Barra da Tijuca encerrou suas atividades nesta quarta-feira, dia 1/07, como já era previsto desde o início do projeto.

“Quando desenvolvemos o “Dados do Bem” já prevíamos que a tenda modelo teria uma vida útil de dois meses. Como o próprio nome explica, o local serviu para testar a operação e facilitar a montagem de novos espaços para o “Dados do Bem” em outras cidades. Agora, a iniciativa segue em expansão e em busca de novos apoiadores. Assim, conseguiremos chegar ao maior número de cidades e municípios no Brasil e ajudar a população e poder público no combate à pandemia”, afirma o CEO da Zoox Smart Data, Rafael de Albuquerque.

Importante ressaltar que o “Dados do Bem” não realiza testagem em massa. A iniciativa integra os dados de risco identificado pela autoavaliação e os resultados de testes sorológicos rápidos aplicados em amostras desta população para realizar análises que permitam entender a disseminação do vírus da área avaliada, fornecendo informações para o combate à epidemia pelo poder público.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

catorze + 10 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.