Dia do Amigo: equipe médica recebe homenagens de pacientes curados da Covid-19

65
Pacientes curados da Covid-19 mandaram vídeo especial à equipe.

Em tempos de pandemia, enquanto muitas relações estão enfrentando os desafios impostos pelo isolamento social, diversas novas amizades estão surgindo. Impossibilitados de ter a companhia de familiares, pacientes internados na luta contra a Covid-19 encontram nos médicos, nos enfermeiros e demais funcionários dos hospitais seu único ponto de apoio e esperança para derrotar a doença.

Por isso, no Dia do Amigo, comemorado nesta segunda-feira (20), pacientes que venceram o Coronavírus no Vera Cruz Casa de Saúde, em Campinas (SP), enviaram vídeos de agradecimento aos mais de 270 profissionais da unidade que estão na linha de frente contra a doença. Também como forma de agradecimento e celebração pelas relações de amizades, o corpo clínico foi presenteado com um café da manhã especial oferecido pela marca Renata, da empresa Selmi. Desde o início da pandemia, em março, o Vera Cruz Casa de Saúde já atendeu quase 1,9 mil casos de Covid-19, dos quais 225 já receberam alta.

“Serviços de saúde de qualidade e humanizados devem ser buscados, incessantemente, todos os dias. Nesta data, em especial, reconhecemos a dedicação de nossos profissionais que não medem esforços para oferecer o melhor aos pacientes, numa profunda demonstração de respeito e amizade”, disse o diretor-presidente do Vera Cruz Hospital, Erickson Blun.

Agradecer, segundo o empresário Gilberto Soares, de 65 anos, nem sempre é uma tarefa simples. “É difícil achar uma palavra que expresse a minha gratidão por tudo que eu recebi no Vera Cruz Casa de Saúde. Muito mais do que a qualidade do serviço prestado, eu e minha família vivemos com aqueles profissionais aquilo que não se aprende na escola: amor, respeito e dedicação. Graças a eles estou vivo e testemunhando essa data. Eles são os verdadeiros heróis”, comemora Soares, que ficou 64 dias internado.

Internada por 57 dias, a aposentada Inês Alves Fernandes Custódio, de 72 anos, também faz questão de agradecer: “Fiz muitos amigos durante a minha passagem pelo hospital. Os considero parte da família. É uma pena que, neste momento, não podemos abraçar cada um e dizer o quanto foram e são especiais. Em breve nos veremos”, afirma.

Paciente número 200 a receber alta do Vera Cruz Casa de Saúde após se curar da Covid-19, José Alves Pereira, 59 anos, que deixou o hospital na última quarta-feira (15), ainda comemora as amizades que fez. “Não tenho palavras para expressar a gratidão que sinto, e não é possível contabilizar os amigos que fizemos durante a internação. Que possamos ser esperança para as famílias que têm seus entes queridos nessa situação, além de nunca nos esquecer do respeito e dedicação de todos que trabalham ali. Fui curado graças à medicina aplicada por pessoas que realmente amam o que fazem”, disse o aposentado.

“A melhor forma que encontramos de jamais deixar a humanização de lado foi sempre nos lembrar que não estávamos tratando o coronavírus, mas sim, pessoas, dos Joãos, das Marias, do amor de alguém. Os familiares confiaram essas pessoas a nós. Ver a gratidão nos olhos dos pacientes e familiares, e ver pessoas que nem respiravam sozinhas andarem pelos corredores do hospital é o que realmente nos motiva, todos os dias”, declarou Caio André Moises de Lima, 30 anos, coordenador da Clínica Médica do Vera Cruz Casa de Saúde.