Einstein inaugura 40 novos leitos de UTI no Hospital Municipal Vila Santa Catarina

Em função da demanda crescente na rede pública por tratamento da Covid-19, o Hospital Israelita Albert Einstein, em conjunto com a Prefeitura de São Paulo e as empresas Gerdau, Suzano, BTG pactual e Península Participações, inaugura 40 leitos adicionais de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), erguidos como um anexo ao complexo do Hospital Municipal da Vila Santa Catarina Dr. Gilson de C. Marques de Carvalho. Localizado no bairro Vila Santa Catarina, região sul de São Paulo, a unidade tem gestão e operação sob responsabilidade do Einstein.

A obra teve início no último mês de março e foi entregue na última sexta-feira (30), em um tempo total de construção de apenas 37 dias. No local, um dos hospitais públicos referência em tratamentos de alta complexidade oncológica e maternidade de risco do país, os atendimentos são realizados exclusivamente por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). “A iniciativa reúne a força de cinco organizações e da Prefeitura de São Paulo para impactar toda a comunidade do entorno, garantindo mais leitos para o atendimento de pacientes infectados pelo novo Coronavírus, e que seguirá beneficiando toda a região, visto que o Anexo permanecerá em funcionamento após a pandemia”, afirma o Guilherme Schettino, diretor do Instituto Israelita de Responsabilidade Social – Hospital Albert Einstein.

Além de auxiliar no planejamento e investir na construção dos novos leitos do Vila Santa Catarina, o Einstein foi responsável por viabilizar a aquisição dos equipamentos necessários ao seu funcionamento, como camas, ventiladores, monitores e bombas de infusão. Esses recursos vieram de doações captadas para este propósito. Aproximadamente 215 profissionais, entre médicos e equipe multidisciplinar, serão alocados na nova UTI, que ampliará para 66 o número de leitos deste tipo disponíveis do hospital.

O convênio do Einstein com a Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo para a gestão de unidades públicas está alinhado ao compromisso de contribuir para a melhoria da saúde da população de uma forma geral, em um trabalho que se intensificou durante a pandemia. “Ampliar a capacidade de atendimento no sistema público tem sido uma de nossas prioridades. Isso inclui a criação de novos leitos com a ajuda de sistemas de inteligência que tornam mais rápida a disponibilidade de vagas. A colaboração para a criação de novos leitos no Hospital Vila Santa Catarina responde a uma necessidade atual, mas também trará benefícios de longo prazo para o atendimento de alta complexidade”, afirma o presidente da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein, Sidney Klajner.

Hospital Vila Santa Catarina Dr. Gilson de C. Marques de Carvalho

O Hospital Municipal Vila Santa Catarina é a única unidade de saúde de alta complexidade do município de São Paulo e está localizado na região do Jabaquara. Atende pacientes de todas as regiões de São Paulo, divididos em quatro grandes linhas de cuidado: Transplante de Órgãos Sólidos (rim, fígado, coração e pulmão), Materno Infantil, Cirurgias Eletivas e Oncologia – clínica e cirúrgica.

Legado Pós-Covid: Os novos leitos de UTI serão destinados aos pacientes oncológicos e transplantados, aumentando a capacidade operacional para pacientes críticos, permitindo o aumento do escopo da unidade hospitalar. “Esses novos 40 leitos são importantes para este período de pandemia, mas ficarão disponíveis para a população no futuro. Serão leitos permanentes para o município, que tem estruturado a sua rede para um atendimento cada vez mais qualificado aos usuários SUS da cidade de São Paulo”, disse o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.