Equipamento de Ressonância Magnética inédito na América Latina chega ao HCor

297

Mantendo o foco em seu pioneirismo e com o objetivo de modernizar seu parque radiológico, o HCor investe mais uma vez em inovação e adquire um equipamento de Ressonância Magnética de última geração, inédito na América Latina.

O Sola Cardiovascular Edition permite melhorar a experiência do paciente, com um tubo estruturado para maior abertura – minimizando a sensação de ansiedade, que eventualmente pode ocorrer no procedimento – e uma tecnologia que realiza os exames com baixo nível de ruído, contribuindo para o conforto dos pacientes submetidos ao exame. Para ampliar essa comodidade, a máquina ainda foi instalada em uma sala totalmente ambientada no Centro Diagnóstico HCor da unidade do Paraíso, com iluminação especial e projeção no teto.

De acordo com o médico radiologista e coordenador do Departamento de Diagnóstico por Imagem do HCor, Dr. Abdalla Skaf, o equipamento também conta com um sensor de movimento respiratório e eletrocardiograma embutido, evitando o uso de eletrodos no peito do paciente para o exame de ressonância cardíaca ou procedimentos que necessitam de anestesia.

“Além de garantir um procedimento mais humanizado, a tecnologia de alta performance reduz a duração de exame quase pela metade, o que, em um cenário de Covid-19, é essencial para manter os pacientes menos tempo em um ambiente de diagnóstico hospitalar. Essa nova máquina possibilita o ajuste automático de posicionamento do paciente e disponibiliza ao profissional de saúde a análise de inúmeras regiões do corpo, com imagens em alta definição”, explica Skaf.

Com uma equipe de especialistas com mais de 20 anos de experiência, o Hospital realiza, mensalmente, cerca de seis mil exames de Ressonância Magnética em seu Centro Diagnóstico, em especialidades como Ortopedia, Coluna, Neurologia, Medicina Interna (abdome), Mama e Cardiologia.

Destaque na área cardíaca

Pacientes que precisam de ressonância cardíaca contam com uma técnica baseada em inteligência artificial (cine-ressonância do coração), que permite a avaliação da função cardíaca com aceleração em média de 9 vezes em relação a equipamentos convencionais.

Nessa área, a disponibilidade de um software de cálculo imediato da função ventricular esquerda no próprio console oferece as medidas sem nenhuma interferência humana. Além disso, com o Sola Cardiovascular Edition podem ser utilizadas técnicas avançadas na caracterização tecidual, devido à correção automática do tempo de inversão (PSIR) e do movimento automático (Heart Freeze), e também com mapas paramétricos do miocárdico (Myomaps), imagens rápidas e geração automática de mapas coloridos para ajudar na determinação de edema e doenças infiltrativas do coração, por exemplo.

“Em função dessa inovação, temos um exame mais confortável e rápido para o paciente, sem deixar de adquirir todas as informações necessárias para ajudar a guiar de forma adequada o tratamento de doenças cardíacas complexas”, ressalta o radiologista.

Vantagens em outras especialidades

Para avaliações na área da Neurologia, é possível realizar um estudo de perfusão cerebral sem injeção de contraste e a análise de volumetria cerebral em alta resolução, contemplando pacientes com quadros de distúrbios de movimento, acidente vascular cerebral, tumores cerebrais, exames do sistema nervoso central fetal, esclerose múltipla, aneurismas, entre outros.

Já para os pacientes ortopédicos – com doenças degenerativas, traumas e lesões decorrentes de atividade física e esportiva –, a nova ressonância magnética dispões de aplicações que podem reduzir o tempo de aquisição das imagens em até 45%, com a mesma qualidade e mais conforto ao paciente, que fica por um período menor em posições que podem gerar algum desconforto.

No grupo de pacientes oncológicos, a Ressonância Magnética do corpo inteiro (“Total Body MRI”) está na vanguarda para a avaliação de Mieloma e pesquisa de metástases. Além disso, com a qualidade na imagem de ressonância do abdome, melhora-se principalmente o estudo avançado do fígado, possibilitando uma avaliação completa do órgão em menos de 5 minutos, de forma totalmente não invasiva, sem necessidade de contraste ou radiação.

“Outra vantagem se dá para as avaliações de próstata, já que a configuração do equipamento também proporciona uma excelente análise multiparamétrica do órgão, sendo capaz de detectar pequenos tumores em fase inicial, o que amplia as possibilidades de tratamento desses pacientes”, destaca o Dr. Skaf.