Inova Saúde inicia obras do novo Hospital Pérola Byington

600

A Inova Saúde, empresa especializada na administração e gestão de hospitais públicos por meio de Parceria Público-Privada (PPP), inicia nesta semana as obras do novo Hospital Pérola Byington, localizado no centro da cidade de São Paulo. A cerimônia oficial de apresentação da nova unidade ocorreu na última terça-feira (13), no terreno onde será construído as novas instalações e contou com a presença do governador João Dória e do prefeito Bruno Covas.

Referência em atendimento ginecológico, oncológico e às vítimas de violência sexual, o hospital terá áreas de medicina nuclear e tratamento de radioterapia para mulheres com câncer. A área construída será de 44,4 mil m², com previsão de execução em até 36 meses. O hospital irá oferecer 162 leitos SUS, sendo 10 de UTI, 20 salas de cirurgia, 40 poltronas de quimioterapia e um moderno centro de diagnóstico.

A Inova Saúde será responsável pela administração de todos os serviços não assistenciais dos hospitais, como o atendimento na recepção, segurança, nutrição, hotelaria, CME de esterilizações dos instrumentais, além de equipamentos médicos de última geração. O modelo do atendimento médico ainda será definido pelo Governo do Estado.

“Estamos muito felizes em fazer parte desse projeto. Os hospitais que já são administrados pela Inova Saúde são referências em excelência, eficiência e qualidade, não temos dúvidas que o Pérola será mais um sucesso” diz Susana Pawletta, presidente da Inova Saúde.

Hospitais públicos de excelência

Além do Pérola Byington, a Inova Saúde já administra outros dois hospitais estaduais, em Sorocaba e São José dos Campos, referências em excelência no atendimento e infraestrutura tecnológica. Os hospitais oferecem à população inovações tecnológicas e equipamentos de última geração que só estão disponíveis nos melhores hospitais particulares do país. Entre as inovações, os hospitais contam com um moderno sistema de farmácia robotizado de controle e distribuição de medicamentos, entregando os insumos por meio de tubo pneumático diretamente à central da enfermaria, liberando as OSSs para o atendimento exclusivo ao paciente e reduzindo a zero as perdas de medicamentos ocasionadas por fatores como erro humano e vencimento dos produtos.

Somados, os hospitais oferecem 440 leitos, 260 em Sorocaba e 180 em São José. Todos os processos foram definidos para o uso racional dos recursos. “Os prontuários são informatizados e centralizados. Um paciente pode ser atendido em um hospital e, posteriormente, no outro, que o seu prontuário será disponibilizado online para o médico, evitando assim novos exames sem necessidades. Os hospitais são payper less, isto é, hospitais sem papel, tudo é online. Essa tecnologia só alguns poucos hospitais particulares têm e agora a população também poderá ter acesso a essas inovações pelo SUS”, diz a executiva.

Deixe seu comentário