Pesquisa mostra que investimento em tecnologia na saúde atinge 10 bilhões de reais

Os avanços tecnológicos vêm mudando a forma como as pessoas cuidam da saúde. Na medicina, a transformação digital chegou com uma forte tendência, como mostra o estudo da International Data Corporation (IDC- 11-2020): o investimento em tecnologias no setor de saúde na América Latina deve atingir US$ 1.931 milhões até 2022, o que equivale a 10 bilhões de reais. As empresas estão de olho em adquirir soluções que já venham com AI embarcada, em busca de otimizar sua força de trabalho. Com a ampliação dos casos de uso e aplicações dessa tecnologia, a perspectiva é que os gastos cheguem a US$ 464 milhões.

O empresário e gestor do Instituto de Tratamento da Coluna Vertebral (83 clínicas) Helder Montenegro, vai lançar até o final do mês (março) um aplicativo gratuito para profissionais de saúde autônomos por meio da Plataforma Scal (lançada em abril de 2020 com investimento de 2.3 milhões). O serviço terá funções de agenda, marcação de consultas, e prontuário eletrônico de forma totalmente gratuita. A meta é ganhar 1300 usuários mês e desses 30% migrarem para a Plataforma Scal e obter um retorno de R$ 1,2 milhão.

ITC é uma rede de franquias com 83 clinicas, espalhadas pelo Brasil, de fisioterapia para  tratar a coluna vertebral. Toda a rede se manteve fechada por quatro meses durante o período do lockdown e ainda assim a empresa conseguiu manter seus atendimentos e faturamento no mesmo patamar do ano anterior. Foram 135.503 atendimentos em 2019 contra 135.382 em 2020.  O faturamento global em 2020 foi de R$ 18.955 milhões contra R$ 18.970 milhões em 2019. Em 2021 estamos dispostos a investir cerca de R$ 400 mil em marketing e processos para trazer mais faturamento para rede.

Os estados que impulsionaram o crescimento do ITC em 2020 foram o Rio de Janeiro e São Paulo, 32 unidades ao todo, com 12% acima dos atendimentos, totalizando 68 mil, e um faturamento anual de R$ 9 milhões. Em 2019 foram realizados cerca de 61 mil atendimentos faturando R$ 8 milhões. Já em janeiro de 2021 comparado aos anos anteriores demonstra um crescimento de 18% nos atendimentos e respectivamente no faturamento prevendo um ano bem promissor.

Segundo Helder Montenegro, após a abertura do lockdown a busca por atendimento fisioterapêutico presencial foi bem grande, principalmente das pessoas mais jovens.  Os atendimentos aos idosos ainda não retornaram por conta do avanço da pandemia. Isso demonstra que o nosso crescimento se deu por novos pacientes. A pandemia trouxe problemas como estresse, aumento de peso e falta de atividade física acarretando lesões no disco proporcionando dores na lombar, o que justifica o nosso crescimento na região sudeste. Já o centro-oeste e nordeste foram as regiões que tivemos perdas durante a pandemia.

E para os brasileiros que ainda não se sentem seguros em sair de casa para realizar o tratamento durante a pandemia, o ITC aposta em uma plataforma online de teleatendimento, a SCAL.  O sistema, lançado em abril do ano passado, ganhou uma atualização esse mês, o “Start Back”, com um investimento de R$ 45 mil. Essa ferramenta utiliza Inteligência Artificial para realizar uma triagem do grau de gravidade e dor dos pacientes e auxiliar na orientação do tratamento. Funciona assim: o paciente responde um questionário que ajuda os fisioterapeutas do ITC a realizarem uma triagem, identificando o paciente com baixo, médio e alto risco, por meio de algoritmo. Caso o paciente tenha alto risco, a plataforma o classifica como bandeira vermelha, sinalizando que as dores na lombar podem estar correlacionadas com questões mais graves como: câncer, fraturas ou lesões mais sérias. Se a dor lombar estiver relacionada a estresse emocional, o paciente é classificado como bandeira amarela. Ou seja, através dessa ferramenta, a plataforma faz uma análise completa do paciente e consegue sinalizar se, talvez, precisa de fisioterapia, como também acompanhamento psicológico ou médico.

O serviço já está disponível em todo o Brasil. Basta acessar www.itcvertebral.com.br fazer o cadastro e responder o questionário para dar início ao tratamento orientado. O Instituto de Tratamento da Coluna Vertebral é uma rede de 83 clínicas de fisioterapia espalhadas pelo Brasil que faz parte do Grupo Velas q hoje detém 410 unidades.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.