Queixas ortopédicas pós Covid-19 invadem consultórios de ortopedistas

Os estudos e pesquisas em relação à Covid-19 são incessantes e a cada momento os conceitos estão mais resolutivos. Um dos tópicos que envolve a nossa área é a perda muscular dos pacientes com esta doença e a SBOT escolheu o tema de recuperação muscular em função da grande demanda que os ortopedistas têm recebido em seus consultórios de pacientes em uma condição de pós Covid-19 e queixas ortopédicas.

Para o presidente da Comissão de Campanhas Públicas da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, Jean Klay dos Santos Machado, as formas moderadas e graves da Covid-19 têm gerado sarcopenia, que é a diminuição da musculatura, o que chamamos de massa magra. “Toda vez que essa condição ocorre, existe uma exposição das articulações à sobrecarga. Então, pacientes que já vinham com alguma doença osteoarticular, ficam mais sintomáticos diante de um quadro de sarcopenia”, afirma Jean Klay, que ainda salienta que quanto maior o processo inflamatório da Covid-19, maior será a repercussão na musculatura.

Segundo o estudo ‘Skeletal Muscle Wasting and Function Impairment in Intensive Care Patients With Severe COVID-19‘, realizado por médicos do Hospital Sírio Libanês em março de 2021, envolvendo pacientes de terapia intensiva com Covid-19 grave, a perda muscular e a diminuição da força muscular ocorreram precocemente e rapidamente durante 10 dias de internação na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Esses achados demonstram a forte relação da perda de função do músculo esquelético em pacientes com Covid-19 grave.

Recuperação

A reabilitação muscular deve se iniciar ainda enquanto os pacientes estão no hospital, através de movimentos realizados no leito e/ou caminhadas curtas. Para Jean Klay, as orientações da SBOT têm o objetivo de conscientizar as pessoas da ocorrência desta perda muscular e da importância dos cuidados precoces.

Para colaborar com as recomendações sobre o assunto, a SBOT lança seu novo vídeo com o personagem Dr. SBOT sobre ‘Recuperação muscular pós Covid-19’. Para acompanhar o vídeo, acesse os canais de comunicação da SBOT (Facebook: www.facebook.com/SBOTnacional, YouTube: www.youtube.com/user/SBOTBR e Instagram: @sbotnacional).

O presidente da Comissão de Campanhas Públicas da SBOT finaliza recomendando que as pessoas que contraírem a doença procurem um médico ortopedista para receber as orientações e cuidados para uma recuperação muscular adequada. Para aqueles que não tiveram a doença, salienta-se a relevância de manter um adequado condicionamento muscular. “Além de estar associado com quadros mais leves da doença no caso de uma eventual infecção por Covid-19, o condicionamento muscular vai certamente facilitar a recuperação”, conclui Jean Klay.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.