Tecnologia aumenta eficácia da radioterapia e reduz em até 80% número de sessões para tratamento do câncer

A Rede Mater Dei de Saúde implanta em Belo Horizonte (MG) a mais alta tecnologia para o tratamento dos pacientes oncológicos, fortalecendo a missão do ‘Compromisso com a qualidade pela vida’ no serviço de radioterapia que já é consolidado na Mater Dei. O investimento em torno de R$ 10 milhões está em consonância com uma tendência mundial por soluções tecnológicas que possam reduzir o tempo de tratamento e aumentar a eficácia da radioterapia, principalmente durante a pandemia da Covid-19. O acelerador linear Elekta Versa HD será o primeiro modelo em Belo Horizonte e região metropolitana.

Este equipamento está preparado para entregar aos pacientes as técnicas mais modernas e seguras de radioterapia e pode ser utilizado para o tratamento de todos os tipos de cânceres, dentre eles: de mama e ginecológico, pulmão, próstata, sistema nervoso central e cabeça e pescoço. Além disso, o equipamento também pode ser utilizado para tratamento de algumas doenças benignas, como no caso da prevenção da formação de cicatrizes queloideanas.

Historicamente, o tratamento padrão de radioterapia dura, em média, entre 30 e 35 aplicações. Com a nova tecnologia, utilizada nos principais centros de oncologia do mundo, pode-se chegar a apenas cinco sessões com tempo de aplicação reduzido. Isso só é possível graças aos avanços na entrega de altas taxas de dose com precisão e segurança, disponibilizada pelo novo equipamento adquirido.  Essa técnica consiste na emissão de feixes modulados de fótons com alta intensidade, proporcionando um tratamento mais seguro e preciso, evitando que áreas saudáveis sejam expostas à radiação.

Evidenciando o pioneirismo da Rede Mater Dei de Saúde, o equipamento proporciona uma tecnologia exclusiva para o tratamento do câncer de mama. Disponível em poucos hospitais do mundo, a Active Breathing Coordinator (ABC) consiste no controle respiratório do paciente e segundo o coordenador da Radioterapia da Mater Dei, Gabriel Oliveira Bernardes Gil, “a tecnologia de controle respiratório vai fazer com que possamos controlar a entrega do feixe durante a fase mais conveniente do ciclo respiratório do paciente. Isso permitirá uma proteção adicional do coração e do pulmão do feixe de radiação, diminuindo ainda mais a probabilidade de toxicidade cardíaca e pulmonar.”

Outros procedimentos realizados pelo acelerador linear Elekta Versa HD, de forma segura e pontual, são as radioterapias estereotáxicas fora do crânio e a radiocirurgia intracraniana de múltiplas lesões em apenas 10 minutos.

Os principais benefícios dessa tecnologia, alguns inéditos, são garantir maior qualidade, conforto e segurança ao paciente; redução do número de sessões em até 80%; radiocirurgia cerebral e corporal. Além disso, possibilita maior previsibilidade do tratamento e melhor gerenciamento do fluxo completo da terapia, como benefícios para toda a equipe médica.

Ao longo da sua história, a Rede Mater Dei realizou avanços na prestação de serviços de saúde, com excelência e de forma humanizada, sempre colocando o paciente no centro do cuidado. A Instituição se orgulha da trajetória traçada e mantém a responsabilidade de levar o melhor em tratamento e diagnóstico para todos os clientes.

Para  o presidente da Rede Mater Dei de Saúde, Henrique Salvador, “nosso maior valor é o atendimento personalizado, diferenciado e humanizado, oferecendo sempre a melhor experiência ao paciente por meio de uma combinação de tecnologia para tratamentos adequados e um zelo pela saúde de todos que frequentam nossos hospitais. Temos 41 anos de história e respeito à ciência e levaremos, sempre, nossa excelência e qualidade, para onde quer que a Rede Mater Dei expanda seus serviços”.

A equipe de radio-oncologia da Rede Mater Dei utilizará também o premiado sistema de informações de oncologia Mosaiq, que ajuda a gerenciar com eficiência todos os aspectos do tratamento de radioterapia, com fluxos de trabalho automatizados e personalizáveis. Esta tecnologia permitirá que o tratamento seja coordenado diretamente pela equipe de Radioterapia. O software também permitirá a troca de informações com o sistema de prontuário eletrônico para facilitar o acesso ao restante da equipe médica, otimizando a linha de cuidado ao paciente.

O serviço de Radioterapia da Rede Mater Dei é disponibilizado no Hospital Mater Dei Santo Agostinho e serve também como apoio para todos os pacientes do Hospital Integrado do Câncer. Para mais informações entre em contato pelos números: (31) 3339-9009.

Laboratórios realizarão testes de Covid-19 para a partida entre Atlético-MG e River Plate

A fim de proporcionar segurança no retorno dos jogos com torcida presencial, a Rede Mater Dei de Saúde, em parceria com o Clube Atlético Mineiro, realizará a testagem da Covid-19, via teste rápido de antígeno, para partida entre Atlético-MG e River Plate (ARG), pela Copa Libertadores. E, o melhor, com preços especiais para os torcedores!

O jogo acontecerá no dia 18 de agosto, no estádio Mineirão, marcando o retorno do público aos estádios da capital mineira. A parceria visa oferecer aos torcedores atendimento prático e de qualidade, com condições e valores especiais e acessíveis para o Teste Rápido de Antígeno.

O resultado do teste rápido sai em 15 minutos e o laudo em até três horas. Os laudos poderão ser acessados pelo site: www.materdei.com.br.

As coletas irão começar 72h antes da partida e poderão ser realizadas nos três laboratórios da Rede Mater Dei. Para realizar o exame, será necessário apresentar o ingresso comprado:

Mater Dei Santo Agostinho: Av. Barbacena, nº 1067 – Santo Agostinho

Mater Dei Contorno: R. Uberaba, n° 900 – Barro Preto

Mater Dei Betim/Contagem: Via Expressa, n° 15.500 – Duque de Caxias

Horário de atendimento dos laboratórios: Segunda a sexta-feira, de 7h às 17h. Sábado, das 7h às 12h.

Para dúvidas e informações, entre em contato pelo telefone (31) 3339-9010 ou acesse o site: www.materdei.com.br

Volta ao público em Belo Horizonte

A decisão da volta ao público foi tomada após reunião da Prefeitura de Belo Horizonte juntamente com representantes dos Clubes América-MG, Atlético-MG e Cruzeiro. A determinação valerá apenas para jogos organizados pela Conmebol, já que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ainda não autorizou o retorno do público em competições nacionais.

Confira as regras para volta do público em BH:

– Capacidade máxima de 30% do público;

– Uso obrigatório de máscara;

– Teste negativo (rápido ou RT-PCR) para a Covid-19 com antecedência máxima de 72 horas antes da partida;

– Pessoas vacinadas também devem apresentar teste negativo para entrar no estádio;

– Venda de ingressos exclusiva pela internet, com obrigação de apresentação de nome e telefone (para caso de necessidade de rastreio);

– Proibida a venda de bebida alcoólica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.