Artigo – Profissionais da saúde e a valorização da carreira

Como seres humanos, buscamos sermos reconhecidos pelo que somos e pelo que fazemos. Essa necessidade está presente em todas as relações construídas ao longo da vida, inclusive dentro do contexto do trabalho.

Durante a pandemia nós vimos de perto que os profissionais da saúde se tornaram protagonistas contra a Covid-19, atuando na linha de frente nos cuidados com os pacientes. A partir daí viu-se uma crescente valorização da população para com essas pessoas.

Contudo, não é somente pela pandemia que eles merecem ser valorizados, mas também por toda a prestação de serviços que oferecem, no dia a dia, em todas as demandas e especialidades.

De acordo com o Pebmed, entre o fim de março e o início de abril de 2021, nove em cada dez profissionais de saúde que atuavam na linha de frente estava se sentindo esgotados. Já a Associação Brasileira da Medicina do Sono (ABMS), indicou que a dificuldade para dormir era um dos principais sintomas seguidos de ansiedade, alterações de peso e até o desenvolvimento da síndrome de Burnout.

A valorização profissional deve ser tomada por organizações (criando culturas de engajamento para novas profissões, dando suporte psicológico, material e promovendo iniciativas de aprimoramento), pela sociedade e pelos próprios profissionais.

Quando uma profissão passa a ser prestigiada, o mercado passa a disponibilizar mais oportunidades de crescimento, realizações financeiras e reconhecimento. Pensando nisso, selecionei algumas questões que são primordiais e totalmente ligadas ao reconhecimento. Veja só:

Feedback. Profissionais de qualidade dependem de bons feedbacks, conhecido como uma ferramenta importantíssima para o reconhecimento do seu trabalho. A resposta serve tanto para enaltecer comportamentos e atitudes que contribuíram para apresentar aspectos que podem ser melhorados na profissão.

Plano de carreira. É quase impossível que bons profissionais se contentem com o processo de estagnação. Por isso, buscar sempre estar atualizado com as evoluções da profissão é essencial! Saber quais caminhos seguir profissionalmente para atingir os objetivos acaba desempenhando uma boa gestão de carreira.

Buscar experiências fora do país. E por falar em plano de carreira, atuar fora do país é uma ótima forma de autovalorização, mas também conquistar o destaque que fará toda a diferença na vida profissional e que – sem dúvida – abrirá portas e diversas oportunidades dentro e fora do Brasil.

Hoje existem agências que fazem este trabalho. E um exemplo é a Health Recruitment UK, uma agência de recrutamento de profissionais da saúde e Assistência Social britânica que tem voltado seu olhar para preencher com a expertise brasileira, conhecida por seu atendimento humanizado, as oportunidades de trabalho no Reino Unido.

São cerca de 130.000 vagas para enfermagem, 30.000 vagas para médicos e cerca de 105.000 vagas para cuidadores e enfermeiros em asilos. Os salários hoje estão na casa de R$25.000 (£3.333) para médicos e R$17.500 (£2,333) para enfermeiros.

Os candidatos passam por um processo de recrutamento, que se inicia com um cadastro no site, avaliação do nível de inglês, entrevista, aprovação do profissional, processo de visto e de contratação. Para quem tem interesse, a inscrição deve ser feita pelo site: healthrecruitmentuk.com 

Descobrir de talentos. Quando uma profissão passa a ser valorizada pelo mercado de trabalho, os jovens tendem a voltar os olhares para esta carreira. Assim o mercado passa a disponibilizar mais oportunidades de crescimento, realizações financeiras e reconhecimento.

Produtividade. Isso não é novidade! Uma pessoa que é reconhecida e tem sua profissão valorizada tende a demonstrar maior produtividade, aumentando a motivação. Passando a incorporar técnicas de inovações na carreira, acarretando melhoria para o cenário da área de atuação.

Thomas Jay é Mestre em Administração de Empresas (MBA) e tem especializações em Gestão de Projetos, Marketing, Serviços Financeiros, Governança e Ética e Fellow do Chartered Management Institute. É um líder sênior altamente qualificado, com mais de 18 anos de experiência em Gestão de Operações e Gestão de Projetos. Como Consultor de Negócios e Recrutamento, já entregou projetos estratégicos e recrutou equipes de operações para mais de 30 clientes em 12 países. Também exerce a função de County Councillor na Inglaterra

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.