Inteligência artificial ajuda a prevenir ansiedade e depressão em pacientes oncológicos

383

Já se sabe que o impacto do câncer vai muito além da saúde física. Conforme demonstrado pelo Observatório de Oncologia, pessoas que enfrentam a doença têm até 29% de chance de desenvolver depressão, por exemplo.

Foi pensando nisso que a Hisnëk, primeira startup a desenvolver um benefício de bem-estar corporativo focado na saúde mental, nutricional e física dos colaboradores das empresas se uniu ao Hemocentro São Lucas, um dos maiores centros privados de medicina transfusional do Brasil para evitar e diagnosticar possíveis transtornos em pacientes oncológicos.

Com a Ivi, inteligência artificial que funciona por meio de um app, a healthtech leva uma solução tecnológica, eficiente e empática para os pacientes, que recebem orientações sobre o uso do aplicativo na admissão do tratamento. “Na ferramenta, o paciente pode relatar eventos adversos causados pelo tratamento e é possível tratar também de questões emocionais e nutricionais”, explica Ricardo Peralta, gestor da enfermagem do Hemomed, instituto de oncologia e hematologia do Hemocentro São Lucas.

Os pacientes podem enviar um relatório médico diário e, após a triagem feita pela Ivi, as informações são encaminhadas em tempo real para a equipe de enfermagem, que seleciona e trata os casos mais graves. “A ferramenta contribui para que possamos tratar nossos pacientes de maneira mais próxima, melhora a adesão ao tratamento, diminui atrasos causados por eventos adversos ou intercorrências”, pontua Ricardo. O gestor ressalta que os pacientes são os principais beneficiados pela parceria com a Hisnëk, já que eles passam a contar com um suporte mais assertivo para lidar com o impacto emocional do processo de cura.

Deixe seu comentário