“A evolução do cuidado: o paciente certo, no lugar certo” é o tema da Hospitalar 2020

1652

A expectativa para a 27ª edição da feira já é grande, afinal, o maior e mais importante evento do setor de saúde da América Latina vai ser realizado pela primeira vez no São Paulo Expo, considerado o melhor espaço da região. Anote na agenda: de 19 a 22 de maio.

O evento conecta o mercado e aproxima compradores e fornecedores do setor, promovendo networking e parcerias, reafirmando sua atuação como plataforma eficiente que gera negócios e apoia o desenvolvimento do setor.

Nathália Nunes, Gerente de Conteúdo da Informa Markets

Em 2020, a feira abordará o tema “A evolução do cuidado: o paciente certo, no lugar certo”. “O tema representa a evolução do setor de saúde para um cuidado mais coordenado, com um acesso mais eficiente e direcionado. Colocar o paciente certo no lugar certo potencializa o cuidado para a condição de cada indivíduo, aumenta a qualidade do cuidado e evita desperdícios em toda a cadeia de saúde”, explica Nathália Nunes, Gerente de Conteúdo da Informa Markets.

O tema envolve os seguintes assuntos:

  • Atenção Primária – Base para um sistema de saúde menos reativo e mais preditivo, a Atenção Primária, suas formas de integração com o restante do sistema, a coordenação dos dados coletados e as novas responsabilidades das organizações, das empresas e dos pacientes são os principais pontos abordados.
  • Saúde baseada em valor – “Nos últimos anos, temos tratado a saúde baseada em valor como forma de entender o que a cadeia de saúde e o paciente entendem como valor e como podemos construir cuidado de forma a atender o paciente no que lhe é mais importante”, explica Nathália.
  • Tecnologia (digitalização, telemedicina, inteligência artificial, blockchain) – A saúde tem se beneficiado muito das novas tecnologias como ferramenta para potencializar o cuidado e para entender, de forma mais consistente, a jornada do indivíduo dentro do sistema de saúde. “Entender como as tecnologias disponíveis podem contribuir para o setor é parte do que acreditamos essencial para fazer mais pelos pacientes”, complementa.
  • LGDP – A mudança da legislação em torno da GDPR – Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados e da LGPD – Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais tem transformado a maneira com que as empresas lidam com seus dados. No setor de saúde, não vai ser diferente, pois é uma das indústrias com mais trânsito de informação, uma das que possuem os dados mais sensíveis e, com certeza, uma das que mais podem se beneficiar de ter as estruturas de dados organizadas e bem coordenadas.
  • Desospitalização – O conceito tem trazido à tona novos tipos de instituições de saúde e apresenta um potencial muito grande de cuidado para os pacientes. Entender como os hospitais, as operadoras e as empresas de homecare se relacionam e vão se relacionar daqui pra frente com este conceito é primordial para o andamento das novas estruturas de cuidado.

Na Hospitalar, tanto os congressos próprios quanto os de parceiros trabalharão o tema aplicado ao longo da cadeia de saúde, estimulando a discussão de como vai ser o setor de saúde no futuro: mais coordenado, mais digital e mais eficiente.

Sobre a importância desse tema para a atual conjuntura da saúde no Brasil e no mundo, Nathália destaca que a tradicional porta de entrada no setor de saúde não atende às necessidades, especialmente epidemiológicas e etárias da sociedade atual. “Em vários sistemas de saúde, os subtemas Atenção Primária, desospitalização e telemedicina estão sendo debatidos para a construção de novos modelos e, inclusive no Brasil, algumas instituições têm se movimentado também neste sentido”, expõe.

Regulamentação

Com a questão regulatória sempre no centro das suas comunicações com os expositores, a Hospitalar investe em diversas ações e em parceiros importantes dentro deste assunto, como a Abimed – Associação Brasileira da Indústria de Alta Tecnologia de Produtos para Saúde.

Fernando Silveira Filho, presidente-executivo da Abimed

Em 2019, a entidade iniciou parceria com a Hospitalar e com a Anvisa para promover na feira Hospitalar 2020 um evento com foco na atualização e nas inovações regulatórias que virão. “A ideia é formatar fóruns que deem visibilidade ao mercado dos aspectos regulatórios, aprofundando o conhecimento dos representantes do setor”, explica Fernando Silveira Filho, Presidente-Executivo da Abimed.

De acordo com ele, a área da saúde como um todo – e o mercado de dispositivos médicos em especial – vive um momento importante que se caracteriza por grande inovação e rápida transformação tecnológica. “Esse contexto cria a necessidade de que também a agência regulatória se adapte aos novos tempos, o que tem levado a Anvisa a revisar e atualizar suas resoluções. Estamos falando, para citar alguns exemplos, de produtos para saúde personalizados, de softwares e de uma grande gama de soluções inovadoras. O evento busca dar ao mercado uma panorâmica do atual cenário regulatório e de seus desdobramentos futuros”, acrescenta.

A área de regulatórios no setor de saúde vem sofrendo grandes mudanças no mundo todo, ditadas, principalmente, por uma tendência europeia, devido a incidentes ocorridos em 2012. Essa alteração transformou esse mercado, que passou a ser muito mais rigoroso para melhorar a segurança.

Paulo Passarini,CEO da Passarini

“Entretanto, algumas empresas não estão acompanhando essa situação, se baseando em critérios do passado, o que vem gerando grandes entraves à sua entrada em outros mercados”, observa Paulo Passarini, CEO da Passarini Regulatory Affairs. De acordo com ele, até mesmo a Anvisa vem evoluindo seu sistema regulatório, exigindo maiores evidências de que o produto para a saúde é seguro para sua utilização e que entrega a performance para a qual foi projetada.

Aliás, Paulo destaca a Anvisa como uma das agências mais rápidas para análise de processos que há no mundo atualmente. “Hoje, realizamos processos de regulamentação em mais de 50 países. E eu posso dizer, tranquilamente, que a Anvisa é uma das mais coerentes com as exigências mundiais”, frisa.

Hospitalar Connection

Uma das ações de sucesso na edição 2019 foi o Hospitalar Connection, realizado em parceria com a Passarini Regulatory Affairs. Para 2020, a novidade é sua ampliação, incluindo também as empresas exportadoras. “Seu objetivo é aproximar o mercado nacional de possíveis compradores internacionais – nesse momento o foco principal é a América Latina – e também aproximar distribuidores brasileiros de fabricantes internacionais que visitam a feira. Através do agendamento de reuniões uns com os outros, unimos as pontas”, explica Paulo.

Viviane Santos, Gerente de Marketing da Informa Markets

O projeto Hospitalar Connection nasceu para estabelecer diferentes conexões estruturadas durante os quatro dias de evento, proporcionando uma experiência 360 graus por meio de conteúdo, relacionamento/visibilidade e oportunidades reais de negócios com o objetivo de gerar valor para expositores e compradores em diferentes níveis. “O projeto é a soma da iniciativa realizada na edição passada com o antigo Programa Exporter, que amplia a visibilidade das empresas exportadoras para o comprador internacional. Vamos conectar expositores nacionais e internacionais a distribuidores nacionais e da América Latina, além dos compradores dos hospitais que visitam o evento”, conta Viviane Santos, Gerente de Marketing da Informa Markets.

Seguindo a legislação

Marcos Mellone Krekovski, Gerente Geral de Feiras, Eventos e Obras de Artes da TTI LOG

Para que os expositores aproveitem todos os benefícios que a Hospitalar oferece, Marcos Mellone Krekovski, Gerente Geral de Feiras, Eventos e Obras de Artes da TTI LOG, especializada em logística internacional, dá uma valiosa dica:

Mencione corretamente todos os produtos que pretende expor durante o evento para que não haja nenhuma complicação junto à Receita Federal e, tão pouco, a cobrança de multas por discrepância de informações. Cada país tem uma legislação vigente que deve ser respeitada por todos (nacionais e estrangeiros). Durante o evento haverá agentes da Anvisa e da Covisa trabalhando na busca e apreensão de produtos médico-hospitalares (sujeitos à prévia autorização da Anvisa) que estejam expostos ilegalmente ou irregularmente.

“Ao longo dos anos de parceria, a TTI e a Hospitalar sempre estiveram juntas em Brasília em reuniões com a Anvisa, que abriram portas e derrubaram muitos entraves governamentais. Esse relacionamento de décadas, seguido de inúmeras reuniões, foram fundamentais para alterações na Legislação Brasileira e, com isto, a participação estrangeira na feira cresceu exponencialmente”, salienta o Gerente Geral.

São Paulo Expo tem localização privilegiada e conta com garagem para mais de 4.500 vagas cobertas
Novo pavilhão da Hospitalar tem uma área de exposição com 90 mil m²

Outros eventos

O tema “A evolução do cuidado: o paciente certo, no lugar certo” será desenvolvido em todos os eventos de 2020 que fazem parte do portfólio do Grupo Informa Markets – líder global de eventos, negócios e plataformas digitais que une os profissionais da cadeia da saúde –, compondo, assim, a jornada anual de conexão com o mercado juntamente com a Hospitalar.

No SBF – Saúde Business Fórum, que acontecerá de 19 a 22 de março, na Bahia, o tema do ano será voltado para o estudo de alguns modelos de cuidado diferentes do que há no sistema de saúde brasileiro para estudo de gestão. O evento reúne CEOs, presidentes e diretores dos principais hospitais, operadoras, laboratórios e farmacêuticas do país com o objetivo de acelerar e estruturar as mudanças da saúde.

Já o HIS – Healthcare Innovation Show, a ser realizado nos dias 23 e 24 de setembro, em São Paulo, é o mais importante evento para decisores da saúde no Brasil, onde líderes do mercado compartilham experiências e cases de inovação durante dois dias.

Informações: hospitalar.com

Conteúdo originalmente publicado na Revista Hospitais Brasil edição 100, de novembro/dezembro de 2019. Para vê-la no original, acesse: portalhospitaisbrasil.com.br/edicao-100-revista-hospitais-brasil